Quadros: como usá-los

Adorei este post das meninas do Assim eu gosto sobre quadros e resolvi compartilhar com vcs!

“‘Os quadros são ferramentas ideais, que dão toque final ou mais vida na decoração de um ambiente. Mas como organizá-los? Seguir uma lista de considerações pode auxiliar e muito na hora de escolher o quadro certo para cada lugar.

Dispostos em ambientes variados, a proporção ideal deve  relacionar o tamanho do quadro com as dimensões do espaço. Além disso, compõem a parede em conjunto ou unicamente, dependendo do seu tamanho ou forma. As molduras devem ser escolhidas com atenção para não comprometer  a linguagem da obra, podendo ser coloridas, simples ou rebuscadas.

Sozinhos

A regra básica ao pendurar os quadros é deixá-los mais ou menos na altura do olhar, ou seja, levando-se em conta a altura média dos observadores de 1,70 m de altura, o centro do quadro deve ficar a mais ou menos 1,60 m do chão. Mas alguns elementos nos ambientes podem variar essa altura. Se o quadro vai ficar em cima de um sofá, ele deve ficar entre 25 e 40cm acima da altura do encosto do sofá. Se o quadro for para cima de uma cama, caso a cama não tenha cabeceira, o quadro deve estar a no mínimo 60 cm do colchão, e caso tenha, a 20 cm da mesma. No caso de um ambiente que tenha um elemento marcante, como por exemplo uma mesa de jantar, o quadro deve ser centralizado pelo elemento e não pela parede.

Em conjunto

Planejar a uma composição de quadros é muito importante, antes de sair pendurando de qualquer jeito. O ideal é colocar primeiro todos quadros no chão e testar as possibilidades. Deve-se buscar o equilíbrio entre as cores e tamanhos de cada elemento e manter um espaço entre um e outro de 10 a 12cm, aproximadamente.

Prateleiras

Um outro artifício são as prateleiras, onde os quadros podem ficar apenas apoiados. Isto dá um toque moderno à decoração, dando liberdade para mudar e compor rapidamente um novo visual ao espaço. O mesmo pode ser feito com quadros grandes, só que ao invés das prateleiras, apoiados no chão.

Pé-direito alto

Por mais alto que seja o pé-direito, os quadros devem começar a ser colocados a partir de uma peça existente. Eles podem ocupar a parede inteira ou podem ficar só na parte de baixo.  A não ser que queira colocar um quadro maior ou vários quadros, aí sim, poderá atingir pontos mais altos do pé-direito. A relação não muda porque ela começa de baixo e não de cima. O quadro não precisa ter uma distância certa do forro e do teto.

Fotos: Sites nasalacommaria, marcosecesarinteriores e livecreatingyourself, Revista Casa Vogue nº275, Revista DCasa nº 12, 16, 14 e 17, Revista Casa e Jardim”
 
via Assim eu gosto

Comente esse post