Sala de jantar em espaços pequenos

Você sabia que da para ter uma sala de jantar integrada a sala de estar?

Sabemos que muitas pessoas sentem dificuldade em adquirir a ideia, então fizemos um post muito interessante com dicas de como pensar melhor o espaço!

No ambiente feito por nós (7 m²) começamos suspendendo os armários para ganhar mais espaço, entao demolimos uma parte da parede que dividia a sala e a cozinha, integrando os ambientes. Outra solução muito interessante foi aplicação de espelhos, que proporcionam uma sensação de amplitude.

Você pode se inspirar em diferentes estilos de decoração como:

Industrial;
Classico;
Moderno
entre outros…

Leia mais na matéria da UOL: 

https://estilo.uol.com.br/casa-e-decoracao/album/2018/01/23/se-bem-planejadas-areas-pequenas-comportam-com-conforto-a-sala-de-jantar.htm?foto=6

 

Mais alguns trabalhos nossos para te inspirar…

Cabeceira: como ampliar o quarto utilizando essa peça

Olá leitor, que bom ter você por aqui!

No post de hoje trago nosso trabalho que foi publicado na CASACLAUDIA sobre como deixar o quarto maior com uma peça chave… A CABECEIRA!

Além de deixar o ambiente com outra cara, ela ainda pode ampliar visualmente o ambiente. A cabeceira é um dos itens principais para um bom visual no quarto.

 

Na decoração desta suíte, mesclamos diversas texturas: madeira, preto, tecido, pintura… mas é importante saber escolher esses materiais, que sejam fáceis de harmonizar com o restante dos móveis e peças que compõe a decoração do quarto, trazendo mais charme e sofisticação para o ambiente.

Uma opção interessante é o criado mudo com rodizíos junto a cabeceira, normalmente projetado para espaços pequenos, fazendo com que se ganhe mais funcionalidade para o ambiente.

Veja mais na matéria da CASACLAUDIA!

Cabeceira: como fazer o quarto parecer maior usando essa peça

Apartamento Masculino e com Bicicletas

Sabe quando você entra na casa de uma pessoa e vê que o ambiente é realmente a cara dela? Hoje vamos mostrar para vocês um apartamento assim, com a carinha do dono.

Terminamos essa obra há pouco tempo, fizemos tudo do comecinho. Pegamos as chaves junto com o nosso cliente e já começamos a trabalhar. Depois de algumas reuniões, já sentimos exatamente o que ele queria: um apartamento cheio de estilo que teria como morador não só o cliente, mas também suas bicicletas e aventuras.

As bicicletas foram o ponto principal desse apartamento. Elas ficam logo na entrada, na sala de estar. Para dar ainda mais destaque as moradoras, trouxemos o revestimento Origami da Castelatto e uma parede com uma tinta Suvinil que imita concreto aparente. Um cantinho de leitura foi criado um a poltrona e mesinhas de apoio da Loja Estar Móveis.

 

Na planta original do apartamento já tínhamos a cozinha integrada com a sala, criamos então um móvel de tv com painel ripado e uma bancada para refeições rápidas. As cadeiras Eames Wood, sempre muito modernas, comporam muito bem o ambiente.

 

 

A madeira continuou do móvel da TV e foi para a parede, ligando a sala de estar com o home office. Esse local antigamente era um quarto, que foi demolido para dar mais amplitude a sala, e criar um ambiente gostoso para trabalhar em casa.

Por se tratar de um apartamento pequeno, cada centímetro conta! A parede que antes dividia os dois quartos também foi demolida, a nova divisão é feita apenas pelo guarda-roupa com o fundo de madeira. Ganhamos 15cm nessa, parece pouco, mas sem ele não conseguiríamos abrir o sofá cama da sala de estar!

 

 

Ao lado do home office temos um móvel muito especial, ele conta com algumas gavetas e espaço para a futura adega. E o mais importante: um quadro com as plaquinhas de todas as corridas que o nosso querido cliente já participou. E essa plaquinha “Segura pra mim?” não é demais ?! (compramos ela na Tok Stock)

 

 

Além de ser um espaço de convivência, a varanda também é uma extensão da sala, cozinha e é a própria área de serviço. A marcenaria foi toda feita em MDF grafite, bem masculino.

A mesa de jantar fica nesse ambiente, foi comprada na loja Estar Móveis que fica na Alameda Gabriel Monteiro da Silva. Tomamos o cuidado de escolher um modelo com pés em aço, que permite que a varanda seja lavada sem problemas. Essa mesinha hexagonal serve tanto como mesinha de apoio, como banco, super versátil. Ela foi criada pelas designers Karin e Marcela do instagram @kmm_design

 

 

A suíte ficou super confortável, a cabeceira em preto trouxe o mesmo tom que usamos na área social do apartamento. Os criados mudo em madeira tem rodízios para facilitar o manuseio, e um nicho na parte superior, para guardar itens de uso rotineiro.

 

 

 

 

Apartamento Decorado no Itaim

Um apartamento leve, com lugares de convivência para a sua família, era o que queria a nossa cliente Adriana quando entrou em contato com a gente. A sua casa estava precisando de uma repaginada.

Um pouco traumatizada com a última reforma, a Adriana resolveu chamar uma arquiteta para descomplicar esse assunto.

Os principais focos na reforma eram os quartos de seus filhos, uma menina e um menino adolescentes. Os seus quartos já não estav
am de acordo com o estilo de cada um. A sala de estar e TV também entraram no jogo.

 

Quarto menina

 

Com todo o cuidado para atualizar o estilo do seu quarto, a bancada de estudos foi aumentada. Tomamos muito cuidado com a ergonomia, pois a antiga não era muito confortável. A antiga prateleira foi mantida, mas pintada em laca, assim como o seu guarda roupa.

 

Antes e Depois Quarto Menina

 

Para a cama, fizemos uma cabeceira em madeira de demolição em toda a parede, dando maior amplitude ao quarto. Nessa cabeceira prevemos uma prateleira para quadros. Ficou um charme e a cliente AMOU!

 

Antes e Depois Quarto Menina

 

 

 

Quarto menino

 

O filho da Adriana ama video game e receber os amigos. A distribuição dos móveis não permitia uma circulação agradável, com a mudança da posição da cama, agora temos espaço para vários amigos. De baixo da nova cama, temos 2 futons que quando abertos viram colções de solteiro ou mais espaço para sentar. Os móveis existentes como o guarda-roupa e a bancada de estudos foram mantidos, pintados em laca branca e ficaram novinhos!

 

Antes e Depois Quarto Menino

 

 

 

Sala de TV

 

A sala de TV estava muito escura, o móvel em madeira estava pesando muito no ambiente. Ele foi reformado e pintado em laca branca. As chaises estavam com tecido e espuma gastas, que também foram reformadas.

 

Antes e Depois Sala de TV

 

 

 

Sala de estar

Adriana e sua família amam receber amigos em casa, então o objetivo da sala seria deixar o lugar convidativo. A mudança começou com o hall de entrada, ele tinha uma divisão com uma parede, que foi retirada, deixando a sala mais ampla. O antigo bar da sala foi retirado, dando espaço para um sofá table com espaço para as taças, bebidas e até o frigobar.

 

Antes e Depois Sala de Estar

 

 

 

Hall de entrada

Para ampliar o Hall de entrada, retiramos uma parede de divisão, isso já deixou o ambiente muito mais interligado.

O piso de madeira tem tendência a escurecer com o tempo, fizemos uma raspagem, que além de deixar o piso mais claro, tira todos os riscos existentes.

 

Antes e Depois Hall de Entrada

 

 

 

Lavabo

O antigo lavabo era vermelho e muito cansativo. Trouxemos a cor preferida da Adriana para esse ambiente: o verde! A bancada também foi trocada para a madeira, e para deixar o ambiente mais amplo, foi instalado um espelho grande, com iluminação embutida. Ficou uma graça!

 

Antes e Depois Lavabo

 

 

 

Temos uma pasta inteirinha de Antes e Depois no instagram

https://br.pinterest.com/danyelacorrea/meus-trabalhos-antes-e-depois/

 

 

Gostou desse projeto? Ficou com dúvida ou tem uma sugestão de assunto? Comente aqui em baixo!

Veja nossos perfis no Facebook e Instagram e fique por dentro de todas as novidades do escritório!

https://www.facebook.com/DanyelaCorreaArquiteta/

https://www.instagram.com/danyelacorrea.arquiteta/

Neolith – Tudo o que você precisa saber

Hoje recebemos uma visita muito especial da Dayane, da empresa Alicante, representante do Neolith no Brasil. Ela nos explicou quais são as principais características desse material tão falado na Expo Revestir de 2017.

 

 

A Neolith existe a 14 anos, mas no mercado brasileiro existe a 6 anos. A empresa apresentou na 15ª edição da Expo Revestir, os Chefs Especiais (projeto social que quem vai para a cozinha são jovens portadores de Síndrome de Down), que faziam ao vivo comidas deliciosas e de cara já provavam a qualidade do Neolith instalado em seu stand. O uso de facas e maçaricos era feitos direto no material, mostrando toda a sua resistência.

 

Bancada e parede em Neolith

 

Do que e como é feito ?

Com fabricação espanhola, apenas materiais naturais são usados na produção das peças.

São usados em médias 12 tipos de minerais, que são triturados até virarem pó, além da argila que entra para dar liga a massa. Após esse processo, o material é submetido a uma ultra compactação com toneladas de peso, que não permite que fique espaço para oxigênio, deixando a peça não porosa. E para finalizar, a queima é feita a mais de 1.200° em um forno especial.

Bancada e paredes em Neolith

 

Onde pode ser utilizado?

Desde revestimento para pisos, paredes, mobiliários, até bancadas de cozinhas. O Neolith trabalha com espessuras de 3mm, 5mm , 6mm e 12mm que atendem superfícies diversas, podendo até serem usados em fachadas expostas ao sol sem problemas.

 

Bancada de cozinha com Neolith

 

Medidas Existentes

A Alicante, representante da Neolith no Brasil, vende as peças em 2 tamanhos 3.20×1.50 e 3.60×1.20.

Os cortes do material deve ser feito em marmoraria com mão de obra especializada.


 

Vantagens

Sem problemas com riscos: Devido a sua fabricação, a superfície fica tão resistente que só pode ser riscada com materiais diamantados. O nível de dureza desse material é maior que os granitos e pedras convencionais.

Sem manchas: Por ser um material não poroso, nenhum liquido é absorvido, garantindo sua cor por muito e muitos anos.

Totalmente natural: Não utiliza substâncias nocivas e pode ser reciclado

Resistente a fogo e altas temperaturas: Não mancha e não queima

Super Higiênico: Por não ser poroso, não permite a proliferação de mofo, fungos e bactérias.

Pode ser usado em ambientes externos: Não sofre com os raios UV e mudança de temperaturas.

Resistente ao desgaste: Devido sua dureza, faz com que seja altamente resistente a riscos, ao raios UV e à mudanças bruscas de temperatura.

Resistente a produtos químicos: Superfície não porosa que impede que a sujeira e líquidos penetrem no material. É resistente à manchas e é fácil de limpar.

 

Mesa corporativa revestida com Neolith

Neolith na parede e piso

Banheiro com cuba e gabinete em Neolith

 

Bancada do banheiro em Neolith

Fachada em Neolith