Cabeceira: como ampliar o quarto utilizando essa peça

Olá leitor, que bom ter você por aqui!

No post de hoje trago nosso trabalho que foi publicado na CASACLAUDIA sobre como deixar o quarto maior com uma peça chave… A CABECEIRA!

Além de deixar o ambiente com outra cara, ela ainda pode ampliar visualmente o ambiente. A cabeceira é um dos itens principais para um bom visual no quarto.

 

Na decoração desta suíte, mesclamos diversas texturas: madeira, preto, tecido, pintura… mas é importante saber escolher esses materiais, que sejam fáceis de harmonizar com o restante dos móveis e peças que compõe a decoração do quarto, trazendo mais charme e sofisticação para o ambiente.

Uma opção interessante é o criado mudo com rodizíos junto a cabeceira, normalmente projetado para espaços pequenos, fazendo com que se ganhe mais funcionalidade para o ambiente.

Veja mais na matéria da CASACLAUDIA!

Cabeceira: como fazer o quarto parecer maior usando essa peça

Plano Diretor SP

As principais novidades propostas pelo Plano Diretor de São Paulo, foram destaque na Veja São Paulo.

Entre as medidas estão calçadas mais largas e mais prédios mistos de comércio e moradia, ADOREI!

Espaço limitado para carros, gerar empregos em áreas extremas da cidade e estimular a agricultura e o ecoturismo dentro da cidade.

Pra quem gosta de urbanismo, vale conferir, afinal estamos falando do desenvolvimento de São Paulo, e uma cidade melhor planejada é sinônimo de Qualidade de Vida.

Confira a reportagem: http://vejasp.abril.com.br/materia/novas-propostas-plano-diretor-sao-paulo

Padarie: leveza e descontração

Materiais simples e de efeito, bem como o décor nórdico, ditaram a atmosfera do local.

via ADforum

A Padarie é a concretização do sonho da chef Priscila Fighera que contou com o auxilio dos profissionais da CRIO Arquiteturas para a reforma de uma casa de cerca de 35 anos, com um ambiente despojado e acolhedor, em Porto Alegre.
Os arquitetos e sócios da CRIO, Lívia Fonseca e Bernardo de Magalhães, tiveram como legado criar uma arquitetura que vai do efêmero ao corporativo e do comercial ao residencial.
O projeto iniciou-se com três diretrizes fundamentais: 250 metros quadrados de área distribuídos em dois pisos que possuísse ordem, zoneamento e fluxos inteligentes.
O piso térreo abriga a área do cliente e algumas instalações de apoio. Já no piso superior encontramos o escritório de administração, a padaria e a pastelaria.
A escadaria original foi transferida para tornar a circulação mais eficiente e dinâmica. As mesas, cadeiras e bancos na área do cliente foram todos pintados em diferentes cores, trazendo uma sensação de leveza ao ambiente.
É tudo muito limpo, mas ainda cheio de detalhes inspiradores. Para criar toda a parte gráfica, a inspiração dos arquitetos veio do trigo.
Em algumas partes das paredes da pintura é um pouco desgastada, pintadas de branco e revelando a camada de tijolo maciço que se encontra por baixo.
O piso em cimento queimado, combinação de cimento queimado e tacos de madeira, colocados em espinha-de-peixe, nas linhas da fachada e dos pés dos bancos, dão um ar de modernidade.

A iluminação completa o ambiente, com luminárias articuladas e holofotes ferroviários. Para adicionar o caráter e personalidade, os balcões de alvenaria do caixa e o contador foram revestidos com azulejos brancos retangulares.
A tonalidade pastel surge diversificada nas almofadas, mesas e pufes sob medida, e bancos embutidos que acomodam até 48 pessoas confortavelmente. Verde, amarelo e laranja compõem uma desejável paleta suave e clara.
Uma máscara especial foi aplicada na fachada existente para proporcionar privacidade para a sala de armazenamento e do escritório, sem bloquear a luz do sol.20140115-231021.jpg

20140115-231032.jpg

20140115-231039.jpg

 

Exposição Nós da China

O D&D Shopping recebe a exposição “Nós da China”, entre os dias 28 de setembro e 27 de outubro, no piso térreo do empreendimento.  A mostra reúne mais de 30 obras de arte, com curadoria do renomado professor de design têxtil Lin Le Cheng, da Universidade de Arte e Design de Pequim e de Francesca Azalti, designer de tapetes e a idealizadora da exposição.

O nome da mostra é uma analogia aos laços culturais que unem Brasil e China. ”A exposição tem como objetivo principal apresentar ao país uma China completamente diferente daquela que faz parte do nosso imaginário”, explica Francesca Azalti. “Nós da China” retrata a compreensão contemporânea chinesa por meio dos elementos culturais e sensoriais que irão remeter o visitante a uma viagem por seus segredos milenares. A mistura entre o colorido da cultura chinesa e as obras de arte contemporâneas, faz do ambiente uma exposição imperdível.

Além disso, Francesca traz um toque de brasilidade à ação com a apresentação da nova coleção Pequim Style, que é inspirada nas antigas louças e pratos milenares da China.

Aproveitando a inspiração, estou muito feliz pois fui convidada para montar uma mesa decorada inspirada nas festas chinesas no D&D!!!! Eu, em parceria com Rogério Castro, vamos homenagear a tradição e a cultura oriental  neste evento que abre ao publico no dia 12 de novembro. AGUARDEM “Mesas Decoradas no D&D”!!!

 

Café do Theatro – Teatro Municipal SP

“Que tal tomar um Café da Manhã no maior clima parisiense sem sair do Brasil ????

Vc consegue isso no charmoso Café do Theatro no Theatro Municipal de São Paulo , que apresenta uma novidade para gourmet nenhum botar defeito: um café elegantíssimo, onde um dos destaques é o ambiente.

O espaço é decorado pelos irmãos Campana, que uniram seu estilo moderno com elementos clássicos do ambiente.

Há móveis que decoraram o 1º restaurante do Theatro no início do sec. XX, figurando ao lado de espelhos e luminárias irreverentes.

Um verdadeiro Luxo !!!” via Blog da Pri

Conhecido por suas refeições em bufê, o Café do Theatro Municipal acaba de renovar e ampliar seus pratos à la carte, que agora somam oito sugestões. Entre as novas receitas, encontra-se o saboroso nhoque de mandioquinha ao pesto de nozes. Se acompanhado de um hambúrguer, o preço sobe. Na visita realizada no último dia 12, o garçom teve o cuidado de perguntar o ponto da carne, que chegou exatamente como foi solicitada.

(Por Arnaldo Lorençato)

Café do Theatro
End.: Praça Ramos de Azevedo, s/nº. São Paulo (SP)
Tel.: (11)3331-1874
Horário de funcionamento: seg a sab das 9hs às 15h30

ABC de Arquitetos

Segue a lista em ordem alfabética:

Alvar AAlto _ Säynätsalo Town hall – Finland
Luis Barragán _ satellite towers – Mexico city
Santiago Calatrava _ Lyon – Satolas airport railway station – lyon France
Luís Domènech i Montaner _ Antoni Tàpies foundation – Barcelona
Eduardo Souto de Moura _ Paula Rego’s House of Stories _ Cascais _ portugal
Norman Foster_ London City Hall _ England
frank Gehry _ Guggenheim bilbao _ Spain
herzog & de meuron _ Beijing National Stadium _ CHina
Arata Isozaki _ Palau Sant Jordi _ barcelona
Philip Johnson _ The Glass House _ New Canaan _ United state
Louis Kahn _ National Parliament of Bangladesh _ Dhaka city
le corbusier _ Villa Savoye _ Poissy, Francia
Ludwig Mies van der Rohe _ barcelona pavilion _ Spain
oscar niemeyer _ National Congress of Brazil, Brasília
Joseph Maria Olbrich _ Secession building, vienna – Austria
César Pelli _ Petronas Twin Tower _ Kuala Lumpur, Malaysia
Giacomo Quarenghi _ the Smolny Institute _ St. Petersburg, Russia.
Renzo Piano + Richard Rogers _ Pompidou Centre _ Paris, Francia
Álvaro Siza _ Ibere camargo foundation _ porto alegre _ Brazil
kenzo Tange _ Tokyo Olympic Stadium – Japan
Jørn Utzon _ Sydney Opera House _ Australia
William Van Alen _ Chrysler Building _ New York City
frank lloyd wright _ guggenheim new york _ United state
Iannis Xenakis _ Philips pavilion _ Expo ’58 in Brussels
Minoru Yamasaki _ World Trade Center
Zaha Hadid_The Pierres Vives building _ Montpellier, France

Playgrounds em NY

Olha que demais esse mega escorregador em Nova Iorque. O projeto é de Tom Otterness e fica nas Silver Towers (42nd Streetentre Tenth and Eleventh Avenue).  Um grande exemplo de como trazer qualidade e interesse para o espaço público! AMEI!!!

Outras instalações do artista em Manhattan podem ser encontradas no  Battery Park, no Hotel Hilton da Times Square e o “Sapo Gigante” que vive no playground da P.S. 20 no Lower East Side.

Veja mais: http://www.dnainfo.com/new-york/20100715/midtown-west-hells-kitchen/tom-otterness-playground-is-hit-with-kids-parents-hells-kitchen#ixzz2NuQnRTGE

Aberto o Museu de Arte do Rio – MAR

Museu de Arte do Rio – MAR

Via Casa Vogue

Mais de 3 mil pessoas visitaram o novíssimo Museu de Arte do Rio – MAR, aberto ao público pela primeira vez nesta terça-feira. O complexo, que é a primeira obra cultural entregue do projeto de revitalização da zona portuária da cidade, inaugura com quatro exposições simultâneas – Rio de Imagens: uma paisagem em construção; O colecionador: arte brasileira e internacional na coleção BoghiciVontade construtiva na Coleção Fadel; e O abrigo e o terreno – Arte de sociedade no Brasil I. A inauguração oficial ocorreu na sexta-feira anterior, no aniversário de 448 anos do Rio de Janeiro, com a presença de Dilma Rousseff.

Arquitetonicamente, o complexo se traduz em dois prédios: um novo e outro antigo, projeto do escritório Bernardes Jacobsen Arquitetura. O primeiro comporta a Escola do Olhar, cuja proposta é capacitar professores da rede pública, mostrando a arte como um instrumento pedagógico. Já o Palacete Dom João VI vai abrigar exposições nas oito salas. Para chegar às exposições, é preciso passar pela escola. Há apenas um acesso, através do prédio novo. A ligação entre os dois edifícios se dá na cobertura – onde a vista para o Rio de Janeiro é estonteante. Assim, as exposições contidas no palacete deverão ser conhecidas “de cima para baixo”, do terceiro andar ao térreo. Juntas, as duas construções têm 15 mil m², sendo 2,4 mil m² de área expositiva.

Professores e estudantes da rede pública não pagam ingresso, e, às terças-feiras, a entrada é gratuita para todos. O museu é uma realização da Prefeitura do Rio e da Fundação Roberto Marinho. “A Escola do Olhar pretende receber em torno de 200 mil alunos por ano da rede municipal de ensino do Rio de Janeiro. A ideia é fazer com que as crianças da rede municipal tenham oportunidade de interagir com a arte, ilustrar-se e ampliar os seus horizontes, que é uma coisa bárbara para a evolução do ser humano”, diz João Roberto Marinho.

 Mais fotos do MAR:

Concretismo

No post anterior comentei que meu tema este ano na mostra Jovens Profissionais 2012 é o Concreto.

Minha proposta foi uma releitura deste material com o uso de novos revestimentos que o reproduzem como o porcelanato e o adesivo, e uma homenagem ao movimento Concretismo.

O Concretismo marcou a década de 50 na cidade de São Paulo e influenciou a produção local de arte, literatura, design e, principalmente, a arquitetura. Ainda hoje podemos reconhecer fortes características dele na produção contemporânea, como: abstracionismo, rigor geométrico e o uso de materiais industrializados (ferro, alumínio, vidro e o próprio concreto.) No painel temos uma poesia deste movimento escrita por Haroldo de Campos que se sobrepõe a uma imagem baseada em sua essência.

Confiram o resultado:

Um pouquinho da historia do concreto em Sao Paulo:

Nos anos 40 do século XX São Paulo vive um “boom” imobiliário, e de re-construção da cidade, era necessário uma tecnologia que atendesse essa demanda e principalmente que permitisse atender a verticalização, que passou a nortear o desenvolvimento urbano da cidade. O primeiro edifício em concreto armado da cidade foi o Edifício Guinle, na Rua Direita, construído entre 1913  1916.

O Concreto é composto de uma mistura de água, pedra, cimento e brita. Endurecendo em formas com estruturas de barras de aço armado. Tem boa durabilidade e com bons cálculos suporta grandes cargas.

A industrialização, a produtividade e o crescimento da cidade fizeram do concreto o material mais apropriado da arquitetura moderna da cidade.

Esta arquitetura é uma referência internacional apresentando ícones da arquitetura de grandes nomes como:

Gregori Warchavchik, Rino Levi, Henrique Mindlin, Abelardo de Souza, Francisco Beck, Vilanova Artigas, Carlos A. Gomes Cardim Filho, Eduardo Kneese de Mello, Oswaldo Arthur Bratke, Zenon Lotufo, Ícaro de Castro Mello, Rodolpho Ortenblad Filho, Oswaldo Côrrea Gonçalves, Hélio Duarte, Carvalho Mange, Eduardo Corona, Philipp Lohbauer, Oscar Niemeyer Gilberto M. Tinoco, Ibsen Pivatelli, Luciano Gomes Cardim, Lina Bo Bardi, e Paulo Mendes da Rocha, entre outros, que é impossível citar neste painel.

via Jovens Profissionais

 

Lançamento Jovens Profissionais 2012

Neste sábado dia 25 de agosto foi o lançamento da mostra Jovens Profissionais 2012, no shopping Lar Center.

Esta mostra é resultado de um concurso realizado pela Demais Editora em parceria com o Lar Center no qual eles selecionam profissionais, com até 10 anos de formação, de todo o Brasil. Os selecionados fazem ambientações em lojas do Lar Center e participam de publicação especial.

O tema geral deste ano é Sao Paulo: Criatividade cidade + design.  Meu ambiente esta na praça central do shopping e é baseado no Concreto, material que revolucionou a construção civil no sec. XIX e principalmente aqui em São Paulo, o uso do concreto armado, mudou a cara da cidade. A mostra acontece do dia 25 de agosto a 30 de setembro de 2012. Venha conferir!

Impressionismo: Paris e a Modernidade

Danseuses Montant un Escalier, Edgar Degas, 1886-1888

Começa neste sábado a exposição Impressionismo: Paris e a Modernidade! Eu sou suspeita para falar pois sou apaixonada pelo impressionismo e o Museu d’Orsay é o meu preferido de Paris, por suas obras e também por sua arquitetura. Ter a chance de rever algumas de suas obras-primas aqui no Brasil com certeza será um programa e tanto!

Le Bassin aux Nymphéas, Harmonie Verte, Claude Monet, 1899

Abaixo segue a reportagem da Casa Vogue:

“Fãs brasileiros do estilo impressionista terão muito o que comemorar a partir deste sábado: as mais importantes obras do Museu d’Orsay, em Paris, cruzarão o oceano para compor a mostra Impressionismo: Paris e a Modernidade, que chega ao país dia 4 de agosto. Estarão expostas pinturas de artistas absolutamente essenciais, como Claude Monet, Vincent Van Gogh, Paul Cézanne, Paul Gauguin, Pierre-Auguste Renoir, Henri de Toulouse-Lautrec, Edgar Degas e Camille Pisarro.

Nomes fora, a exibição também supreende por conta de outros feitos dignos de nota. Estamos falando, simplesmente, da maior exibição sobre o tema já realizada em território nacional. Além disso, ela reúne obras que nunca haviam saído da França. E é o maior projeto da história do Centro Cultural Banco do Brasil, o CCBB, onde a mostra ficará em cartaz, primeiro em São Paulo, entre os dias 4 de agosto e 7 de outubro, e depois no Rio de Janeiro, de 22 de outubro a 13 de janeiro de 2013.

Um dos museus mais visitados do mundo, e detentor da maior coleção de impressionismo do planeta, o D’Orsay cedeu 85 peças de seu acervo para compor a exposição. Ela apresenta um panorama detalhado não apenas da pintura impressionista, mas também da pós-impressionista, tendo Paris como tema central – seus prédios, sua  cultura urbana e seus ricos arredores, cujas paisagens inspiraram as pinceladas de muitas das telas presentes. Não vai dar para perder.”

Les Alyscamps, Paul Gauguin, 1888

Impressionismo: Paris e a Modernidade

Local: Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo
Endereço: rua Álvares Penteado, 112 – Centro – São Paulo
Data: 4 de agosto a 7 de outubro
Horário: terça a domingo, das 10h às 22h

Local: Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro
Endereço: rua Primeiro de Março, 66 – Centro – Rio de Janeiro
Data: 22 de outubro a 13 de janeiro de 2013
Horário: terça a Domingo, de 9h às 21h

Versailles: mix de épocas

“Não tem nada mais bacana do que misturar o novo e o antigo e a administração do Palácio de Versailles, na França, sabe bem disso. Tanto que organiza anualmente uma exposição de arte contemporânea dentro do palácio, sempre elegendo um artista representativo para preencher todos os espaços com suas obras. Neste ano, estamos babando as peças da artista plástica portuguesa Joana Vasconcelos, que trabalha através da apropriação, descontextualização e subversão de objetos existentes e das realidades do cotidiano. Para esta exposição, ela trabalha em suas esculturas gigantes com as noções de realidade e sonho, quotidiano e fantasia, festividade e tragédia.
Incrível!”

Via SDonline

Pop-up restaurant: Londres

Pessoal, agora ELE esta em Londres!!!

Lembram do post sobre o restaurante mais concorrido de Milão? Veja aqui. Bom agora ele esta em Londres e olha só que super interessante!

Nós adoramos o conceito das pop-up stores, mas um pop-up restaurant é novidade! O conceito está fazendo sucesso em Londres com o The Cube,
restaurante promovido pela Electrolux que ficará no telhado do Royal Festival Hall até 30 de setembro. O restaurante vai trazer o talento de diversos chefs britânicos para apenas 18 convidados por vez! Cada chef criou um menu especial, utilizando ingredientes locais e de acordo com temporada.

O design é minimalista, de influência escandinávia, projetado pelos arquitetos italianos Park Associati. Ele utiliza muita madeira escura e vidro, para poder abusar da vista linda de Londres.

Projeto DREAM:IN

Um projeto super interessante que visa identificar novas oportunidades de negócios e políticas públicas baseados em sonhos de cidadãos. Vale a pena divulgar e apoiar!!!

Para mais informações, acesse: http://www.dreamin.com.br/

O Restaurante mais concorrido de Milão

via Casa Vogue

Como uma apaixonada por arquitetura e, claro, viagens (rsrsrs) eu não pude deixar de babar quando vi esta reportagem na Casa Vogue. Amei o design contemporâneo em dialogo com os prédios existentes.

O que vcs acharam???

Pena que o restaurante durará tão pouquinho…

“Se você pretende marcar presença no Salão do Móvel de Milão, ou estará pela cidade nos próximos meses, é bom correr para reservar lugar em um dos mais concorridos restaurantes da Europa. Segunda edição de uma iniciativa da Electrolux que reúne gastronomia e design, o The Cube abriu sua filial temporária na capital mundial do design. Ocupando o privilegiadíssimo topo da Galeria Vittorio Emmanuelle, na Piazza del Duomo, ela funcionará somente até o dia 26 de abril.

Não bastasse a vista única para a Catedral, para o Palazzo Reale e para o Museo del Novecento, o local é uma verdadeira joia da arquitetura efêmera. O projeto do escritório local Park Associati combina fachada de vidro e alumínio perfurado em uma estrutura modular com área útil de 140 m². O jogo de transparências, luz e opacidade é uma das atrações do lugar, que tem capacidade para somente 18 pessoas.

Estes felizardos acessam o The Cube diretamente pela cozinha, que é inteiramente equipada com produtos Electrolux. Em seguida, são conduzidos ao pequeno salão, onde têm a oportunidade de degustar cardápios, no almoço ou jantar, preparados por renomados chefs italianos. Ao final do banquete, os presentes ainda podem passar alguns minutos no pequeno terraço de 50 m², a admirar a melhor vista de Milão.”