Sala de jantar em espaços pequenos

Você sabia que da para ter uma sala de jantar integrada a sala de estar?

Sabemos que muitas pessoas sentem dificuldade em adquirir a ideia, então fizemos um post muito interessante com dicas de como pensar melhor o espaço!

No ambiente feito por nós (7 m²) começamos suspendendo os armários para ganhar mais espaço, entao demolimos uma parte da parede que dividia a sala e a cozinha, integrando os ambientes. Outra solução muito interessante foi aplicação de espelhos, que proporcionam uma sensação de amplitude.

Você pode se inspirar em diferentes estilos de decoração como:

Industrial;
Classico;
Moderno
entre outros…

Leia mais na matéria da UOL: 

https://estilo.uol.com.br/casa-e-decoracao/album/2018/01/23/se-bem-planejadas-areas-pequenas-comportam-com-conforto-a-sala-de-jantar.htm?foto=6

 

Mais alguns trabalhos nossos para te inspirar…

Apartamento Masculino e com Bicicletas

Sabe quando você entra na casa de uma pessoa e vê que o ambiente é realmente a cara dela? Hoje vamos mostrar para vocês um apartamento assim, com a carinha do dono.

Terminamos essa obra há pouco tempo, fizemos tudo do comecinho. Pegamos as chaves junto com o nosso cliente e já começamos a trabalhar. Depois de algumas reuniões, já sentimos exatamente o que ele queria: um apartamento cheio de estilo que teria como morador não só o cliente, mas também suas bicicletas e aventuras.

As bicicletas foram o ponto principal desse apartamento. Elas ficam logo na entrada, na sala de estar. Para dar ainda mais destaque as moradoras, trouxemos o revestimento Origami da Castelatto e uma parede com uma tinta Suvinil que imita concreto aparente. Um cantinho de leitura foi criado um a poltrona e mesinhas de apoio da Loja Estar Móveis.

 

Na planta original do apartamento já tínhamos a cozinha integrada com a sala, criamos então um móvel de tv com painel ripado e uma bancada para refeições rápidas. As cadeiras Eames Wood, sempre muito modernas, comporam muito bem o ambiente.

 

 

A madeira continuou do móvel da TV e foi para a parede, ligando a sala de estar com o home office. Esse local antigamente era um quarto, que foi demolido para dar mais amplitude a sala, e criar um ambiente gostoso para trabalhar em casa.

Por se tratar de um apartamento pequeno, cada centímetro conta! A parede que antes dividia os dois quartos também foi demolida, a nova divisão é feita apenas pelo guarda-roupa com o fundo de madeira. Ganhamos 15cm nessa, parece pouco, mas sem ele não conseguiríamos abrir o sofá cama da sala de estar!

 

 

Ao lado do home office temos um móvel muito especial, ele conta com algumas gavetas e espaço para a futura adega. E o mais importante: um quadro com as plaquinhas de todas as corridas que o nosso querido cliente já participou. E essa plaquinha “Segura pra mim?” não é demais ?! (compramos ela na Tok Stock)

 

 

Além de ser um espaço de convivência, a varanda também é uma extensão da sala, cozinha e é a própria área de serviço. A marcenaria foi toda feita em MDF grafite, bem masculino.

A mesa de jantar fica nesse ambiente, foi comprada na loja Estar Móveis que fica na Alameda Gabriel Monteiro da Silva. Tomamos o cuidado de escolher um modelo com pés em aço, que permite que a varanda seja lavada sem problemas. Essa mesinha hexagonal serve tanto como mesinha de apoio, como banco, super versátil. Ela foi criada pelas designers Karin e Marcela do instagram @kmm_design

 

 

A suíte ficou super confortável, a cabeceira em preto trouxe o mesmo tom que usamos na área social do apartamento. Os criados mudo em madeira tem rodízios para facilitar o manuseio, e um nicho na parte superior, para guardar itens de uso rotineiro.

 

 

 

 

Apartamento Decorado no Itaim

Um apartamento leve, com lugares de convivência para a sua família, era o que queria a nossa cliente Adriana quando entrou em contato com a gente. A sua casa estava precisando de uma repaginada.

Um pouco traumatizada com a última reforma, a Adriana resolveu chamar uma arquiteta para descomplicar esse assunto.

Os principais focos na reforma eram os quartos de seus filhos, uma menina e um menino adolescentes. Os seus quartos já não estav
am de acordo com o estilo de cada um. A sala de estar e TV também entraram no jogo.

 

Quarto menina

 

Com todo o cuidado para atualizar o estilo do seu quarto, a bancada de estudos foi aumentada. Tomamos muito cuidado com a ergonomia, pois a antiga não era muito confortável. A antiga prateleira foi mantida, mas pintada em laca, assim como o seu guarda roupa.

 

Antes e Depois Quarto Menina

 

Para a cama, fizemos uma cabeceira em madeira de demolição em toda a parede, dando maior amplitude ao quarto. Nessa cabeceira prevemos uma prateleira para quadros. Ficou um charme e a cliente AMOU!

 

Antes e Depois Quarto Menina

 

 

 

Quarto menino

 

O filho da Adriana ama video game e receber os amigos. A distribuição dos móveis não permitia uma circulação agradável, com a mudança da posição da cama, agora temos espaço para vários amigos. De baixo da nova cama, temos 2 futons que quando abertos viram colções de solteiro ou mais espaço para sentar. Os móveis existentes como o guarda-roupa e a bancada de estudos foram mantidos, pintados em laca branca e ficaram novinhos!

 

Antes e Depois Quarto Menino

 

 

 

Sala de TV

 

A sala de TV estava muito escura, o móvel em madeira estava pesando muito no ambiente. Ele foi reformado e pintado em laca branca. As chaises estavam com tecido e espuma gastas, que também foram reformadas.

 

Antes e Depois Sala de TV

 

 

 

Sala de estar

Adriana e sua família amam receber amigos em casa, então o objetivo da sala seria deixar o lugar convidativo. A mudança começou com o hall de entrada, ele tinha uma divisão com uma parede, que foi retirada, deixando a sala mais ampla. O antigo bar da sala foi retirado, dando espaço para um sofá table com espaço para as taças, bebidas e até o frigobar.

 

Antes e Depois Sala de Estar

 

 

 

Hall de entrada

Para ampliar o Hall de entrada, retiramos uma parede de divisão, isso já deixou o ambiente muito mais interligado.

O piso de madeira tem tendência a escurecer com o tempo, fizemos uma raspagem, que além de deixar o piso mais claro, tira todos os riscos existentes.

 

Antes e Depois Hall de Entrada

 

 

 

Lavabo

O antigo lavabo era vermelho e muito cansativo. Trouxemos a cor preferida da Adriana para esse ambiente: o verde! A bancada também foi trocada para a madeira, e para deixar o ambiente mais amplo, foi instalado um espelho grande, com iluminação embutida. Ficou uma graça!

 

Antes e Depois Lavabo

 

 

 

Temos uma pasta inteirinha de Antes e Depois no instagram

https://br.pinterest.com/danyelacorrea/meus-trabalhos-antes-e-depois/

 

 

Gostou desse projeto? Ficou com dúvida ou tem uma sugestão de assunto? Comente aqui em baixo!

Veja nossos perfis no Facebook e Instagram e fique por dentro de todas as novidades do escritório!

https://www.facebook.com/DanyelaCorreaArquiteta/

https://www.instagram.com/danyelacorrea.arquiteta/

Neolith – Tudo o que você precisa saber

Hoje recebemos uma visita muito especial da Dayane, da empresa Alicante, representante do Neolith no Brasil. Ela nos explicou quais são as principais características desse material tão falado na Expo Revestir de 2017.

 

 

A Neolith existe a 14 anos, mas no mercado brasileiro existe a 6 anos. A empresa apresentou na 15ª edição da Expo Revestir, os Chefs Especiais (projeto social que quem vai para a cozinha são jovens portadores de Síndrome de Down), que faziam ao vivo comidas deliciosas e de cara já provavam a qualidade do Neolith instalado em seu stand. O uso de facas e maçaricos era feitos direto no material, mostrando toda a sua resistência.

 

Bancada e parede em Neolith

 

Do que e como é feito ?

Com fabricação espanhola, apenas materiais naturais são usados na produção das peças.

São usados em médias 12 tipos de minerais, que são triturados até virarem pó, além da argila que entra para dar liga a massa. Após esse processo, o material é submetido a uma ultra compactação com toneladas de peso, que não permite que fique espaço para oxigênio, deixando a peça não porosa. E para finalizar, a queima é feita a mais de 1.200° em um forno especial.

Bancada e paredes em Neolith

 

Onde pode ser utilizado?

Desde revestimento para pisos, paredes, mobiliários, até bancadas de cozinhas. O Neolith trabalha com espessuras de 3mm, 5mm , 6mm e 12mm que atendem superfícies diversas, podendo até serem usados em fachadas expostas ao sol sem problemas.

 

Bancada de cozinha com Neolith

 

Medidas Existentes

A Alicante, representante da Neolith no Brasil, vende as peças em 2 tamanhos 3.20×1.50 e 3.60×1.20.

Os cortes do material deve ser feito em marmoraria com mão de obra especializada.


 

Vantagens

Sem problemas com riscos: Devido a sua fabricação, a superfície fica tão resistente que só pode ser riscada com materiais diamantados. O nível de dureza desse material é maior que os granitos e pedras convencionais.

Sem manchas: Por ser um material não poroso, nenhum liquido é absorvido, garantindo sua cor por muito e muitos anos.

Totalmente natural: Não utiliza substâncias nocivas e pode ser reciclado

Resistente a fogo e altas temperaturas: Não mancha e não queima

Super Higiênico: Por não ser poroso, não permite a proliferação de mofo, fungos e bactérias.

Pode ser usado em ambientes externos: Não sofre com os raios UV e mudança de temperaturas.

Resistente ao desgaste: Devido sua dureza, faz com que seja altamente resistente a riscos, ao raios UV e à mudanças bruscas de temperatura.

Resistente a produtos químicos: Superfície não porosa que impede que a sujeira e líquidos penetrem no material. É resistente à manchas e é fácil de limpar.

 

Mesa corporativa revestida com Neolith

Neolith na parede e piso

Banheiro com cuba e gabinete em Neolith

 

Bancada do banheiro em Neolith

Fachada em Neolith

 

Equipe Danyela Corrêa Arquitetura na Expo Revestir

O melhor da EXPO REVESTIR 2017!

Entre os dias 07 e 10 de Março rolou em São Paulo a Feira Expo Revestir em sua 15ª edição. E como de costume, fomos conferir todas as novidades.

Equipe Danyela Corrêa Arquitetura na Expo Revestir

Equipe Danyela Corrêa Arquitetura na Expo Revestir

Ela é chamada de a Fashion Week da Arquitetura e Construção. Grandes marcas como Deca, Eliane, Duratex, Portobello expoem seus produtos todos os anos na feira.

Acompanhe os destaques aqui:

 

Deca

Chuveiro 3D Deca

Chuveiro 3D Deca

 

A tecnologia 3D chegou até no nosso banheiro! A Deca lançou esse modelo de chuveiro feito em impressora 3D, que diferente dos demais, é vazado, e a água percorrer entre suas tramas, e tudo isso sem perder a pressão! Muito moderno!

 

Jader Almeida para Deca

Jader Almeida para Deca

Outro lançamento da marca, foi a linha assinada pelo renomado Arquiteto e Designer Jader Almeida. Ainda sem data para lançamento nas lojas, as peças usam o minimalismo e mistura de materiais para encantar em todos os ângulos. Agora é torcer para ficar disponível nas lojas, estamos ansiosas para usar em nossos projetos!

 

Deca Comfort é o novo sistema da Deca que não deixa que a água da torneira espirre no usuário, mesmo com o uso de cubas mais baixas que é tendência do mercado.

 

Deca Acqua Return

Sabe toda aquela água jogada fora quando estamos esperando o chuveiro esquentar? Se depender do novo sistema de aquecimento Acqua Return isso nunca mais vai acontecer. Ele é acionado antes de abrirmos o chuveiro ou torneira, e quando atinge a temperatura solicitada, um alerta sonoro é ativado. É o fim do desperdício!

 

Biancogres

Biancogress Matelasse Black

Biancogress Matelasse Black

O grande destaque de lançamento da marca Biancogres é o porcelanato Matelassê Black, recebeu o prêmio BEST IN SHOW, ficou como um dos melhores revestimentos lançados nessa edição da feira. A decoração do stand foi feita pela nossa amiga e Designer Inayara Ricardi.

 

Alicante – Neolith

A empresa Alicante expos nessa edição da Expo Revestir as novidades da fabricante portuguesa Neolith. Na feira vários chefs faziam a preparação de comidas ao vivo, muitas vezes usando facas e maçaricos direto no material, que resistiu tudo com tranquilidade. O Neolith pode ser instalado em diversos lugares, desde o piso até as bancadas da cozinha.  

Os produtos lançados foram:

Neolith strata

Strata Argentum

Strata Argentum que é inspirado no mármore WoodWhite que misturam o cinza e o bege claro; 

 

La Bohèma

La Bohèma inspirado no tronco de cedro libanês;

 

Onyx

Onyx inspirado na pedra semipreciosa de ônix branco.

 

Docol

Docol Vitalis

Torneira Docol Vitalis

Depois de anos de pesquisa, a Docol lançou na Expo Revestir a Torneira Docol Vitalis, uma torneira que vem equipada com um aparelho que transforma o oxigênio do ar em ozônio. O ozônio é um esterilizante natural, que misturado com a água consegue eliminar 99% das bactérias e 75% dos agrotóxicos. Com isso, a limpeza dos alimentos fica muito mais eficiente, e podemos até limpar uma chupeta de bebê sem ter problema ou precisar ferver a água. Os odores dos alimentos também são eliminados com essa nova tecnologia.

 

 

Eliane Revestimentos

Revestimento Eliane

Eliane Oxido AC

As novidades da Eliane são seus porcelanatos gigante, com tamanhos até 1,20×2,40m. Ficam lindos em diversos ambientes, podendo ser usados até mesmo em fachadas e locais molhados. Os acabamentos imitam cimento, chapas metálicas e mármores clássicos.

Coleção AGA cor Urban

Coleção AGA cor Desert

                                  

Outro lançamento da marca foi a linha AGA feita em parceria com o arquiteto paisagista Alex Hanazaki, ótimas tanto para ambientes externos ou internos. São sete cores que remetem a natureza, disponíveis em formato 90x90cm.

 

Green Wall Caramic

 

Green Wall Parede Verde

Bloco para parede verde – Green Wall

Green Wall Parede Verde

Parede Verde com os blocos Green Wall



Nessa edição da Expo Revestir, a Green Wall apresentou as suas peças cerâmicas para jardim vertical, que permitem painéis de diversos tamanhos, alturas e desenhos. Além da estética, temos diversos benefícios como o racionamento da água, redução de temperaturas, poluição sonora e do ar e economia do uso do ar condicionado. Lembrando que essas peças causam uma carga extra, que deve ser verificada por um profissional, para evitar problemas. O sistema pesa até 120kg o metro quadrado depois de instalado e plantado.

 

Lurca

Lurca azulejos decorativos

Linha Antejo – Tejo

Lurca azulejos decorativos

Linha Antejo – Mira

Como inspiração da nova coleção da Lurca, Alentejo é uma região de Portugal onde é muito popular o uso dos azulejos tradicionais. As peças contam com geometria simples sob base branca, como de costume da marca. Os valores ficam em média R$540,00 o metro quadrado.

 

 

Oca Brasil

 

Oca Brasil Painel tropicália

Painel Tropicália

Os revestimentos em madeira estão super em alto no mercado. A Oca Brasil trouxe esse material para ser usado do piso ao teto. A linha Tropicália representa a fauna e flora brasileira, e veio para comemorar os 50 anos do movimento tropicalista.

Oca Brasil Painel ripado

Painel Ripado

 

 

Os painéis de madeira vieram em madeira maciça ripada, que além de durabilidade, trás os traços do minimalismo e contemporaneidade, ficam lindos tanto nas paredes como no teto. E o melhor de tudo: podem ser usados em áreas externas!

 

Salvabras

 

Salvabras salva pintura

Salva Pintura

A Salvabras tem como seu carro-chefe o Salva Piso, que protege os pisos delicados em obras, com a mistura do papel kraft com plástico bolha. Nessa edição da Expo Revestir, a empresa lança o Salva Pintura, que protege vidros, janelas e batentes. O produto conta com o plástico eletrostático que fixa rapidamente em qualquer superfície, e não deixa sujeira de cola ao ser retirado.

 

Cerâmica Atlas

 

Cerâmica Atlas REC

Pastilhas Linha REC

 

Cerâmica Atlas

Linha Ônix

A Cerâmica Atlas trouxe a linha de pastilhas sustentáveis Suprema REC, com novo formato de 5x5cm. A melhor parte dessas peças é que utilizam ate 65% dos resíduos da fábrica para sua criação. Outra linha que chama muita atenção é a Linha Ônix que lembram os azulejos do metrô de Londres e Nova Iorque com tamanho 5x23cm nas cores vermelho e branco. Essa linha conta com las laterais bisotadas e trazem um toque vintage.

 

Decortiles

 

Decortiles Cobogó

Cobogó Linha CALU

 

Decortiles Expo Revestir 2017

Linhas Urban Shapes e Brise

Dois pontos chamaram muita atenção no stand da Decortiles nessa edição: Cobogós e revestimentos geométricos. O primeiro é uma linha assinada pelo designer Calu Fontes, usando novamente a geometria como desenho. O segundo item das linhas Urban Shapes e Brise contam com a cor figo e preto como suas principais, todas com relevos imponentes e bem marcados.

 

Duratex

Duratex na Expo Revestir 2017

Duratex na Expo Revestir 2017

 

A Duratex trouxe muitos revestimentos que imitam a madeira de uma forma bem natural, até mesmo as ranhuras que antigamente eram vistas como defeitos da madeira, estão presentes nessas peças. A linha Capadócia faz parte desse lançamento e tem dimensão de 7×187. A linha Chamonix traz o formato de espinha de peixe em sua paginação, remetendo ao passado.

Outra novidade ainda sem data de lançamento é o APP da Duratex que mostra os seus revestimentos em 360°, nele nos sentimentos no ambiente e podemos ver como o piso se comporta em locais mais claros ou escuros, evitando surpresas para os clientes.

 

Santa luzia

 

Santa Luzia coleção escama Rosenbaum

Coleção Escamas por Rosenbaum

Santa Luzia rodapé reforma

Rodapé Linha Reforma

A colação ESCAMAS foi criada pelo designer Rosenbaum com parceria do escritório Fetiche Design. A fabricação do revestimento é feita com resíduos de poliuretano, o que deixa o revestimento mais leve e sustentável. Uma ótima notícia é que ele é resistente aos raios UV e mofo, o que permite sua instalação em ambientes externos.

A linha Reforma de rodapés também chamou muita atenção. Estão disponíveis com alturas de 11 e 15cm, e dispensam a retirada do antigo rodapé, podendo ser instalado por cima do existente.

 

Tramontina

Cuba sobrepor Tramontina

Cuba de sobrepor Tramontina

A marca trouxe para essa edição da Expo Revestir seus modelos de cuba para cozinha de sobrepor. São modelos em quartzo, com opções de cuba dupla ou simples. Possuem íons de prata que evitam o surgimento de bactérias e sujeira.

Revista Casa e Construção

2016 foi um ano de muito trabalho e conquistas, completamos 5 anos de escritório, e para fechar com chave de ouro:
SAÍMOS EM UMA MATÉRIA EM UMA REVISTA IMPRESSA!

A publicação na Casa e Construção (edição 130) foi sobre um projeto super especial que fizemos desde a concepção, recebimento das chaves, execução da obra e produção.
O Apartamento foi presente surpresa de uma filha para a sua mãe! Pura emoção!!!
Pegamos as informações de preferência da futura moradora, como cor e estilo, e também nos preocupamos com a acessibilidade e funcionalidade dos ambientes. Detalhes como as alturas dos armários, posição da cama, vãos de passagem foram cuidadosamente projetados para facilitar o dia-a-dia da moradora.

Aqui em baixo está o vídeo com as imagens da nossa reportagem.

 

Veja alguns antes e depois dessa obra e por fim as fotos finais maravilhosas feitas pela fotógrafa Mariana Orsi.
A produção final do apartamento foi feita em parceria com a Designer Renata Romeiro.

 

Antes e Depois – Sala de Estar

Antes e Depois – Área de Serviço

Antes e Depois – Cozinha

Antes e Depois – Banheiro Suíte

Antes e Depois – Banheiro social

 

Cozinha integrada, móveis inferiores amadeirados e superiores com porta em vidro branco.

Detalhe Bancada em pedra com cooktop, ladrilho hidráulico e placa de inox na parede

Porta Articulada para acesso a lavanderia e móveis cozinha

Lavanderia com bancada em Caeserstone e móveis em marcenaria

 

 

Sala de jantar com mesa em laca branca, painel na parede com espelho e iluminação com lustre

Sala de estar, jantar e cozinha integrada

Sala de estar com painel em folha de madeira natural e móvel em laca branca

Sala de estar e varanda integradas

Varanda no mesmo nível da sala de estar

Detalhe das mesas de apoio na varanda

Painel de madeira para cultivo de ervas

Corredor com fotos da familia

Suíte romântica com papel de parede e detalhes na cor preferida da cliente

Suíte romântica, detalhe do criado mudo pintado em laca azul e janela acústica

Suíte romântica, detalhe da penteadeira com gavetas

Quarto de hóspedes com móveis de marcenaria para atender a necessidade do cliente

Quarto de hóspedes, detalhe do armário suspenso com nicho e espelho

Quarto de hóspedes, detalhe para a bancada de trabalho com iluminação embutida na prateleira

 

 

 

Decorando a casa para o inverno

É, o inverno está de volta, gostando ou não dessa estação do ano, temos que nos adaptar. Isso não é diferente com as nossas casas, com pequenas mudanças é possível mudar o visual, e deixar o lugar mais aconchegante. Veja algumas das nossas dicas para enfrentarmos esse friozinho com estilo.

Cadeira trico - Casa.com.br

Cadeira com trico – Fonte: casa.com.br

 

Almofadas e mantas

Com uma mudança pequena, investir em almofadas e mantas, além de dar um up no visual, é ótimo para o frio. Isso serve tanto para a sala quanto para os quartos. O melhor nas almofadas é a possibilidade de troca de capa, e sempre atualizar o ambiente de acordo com a estação ou com o nosso humor. As mantas são ótimas para assistir tv, as peseiras (tecidos que ficam na região dos pés na cama) além de aquecer, dá um chame ao quarto.

Colcha - Casa de Valentina

Sofá com manta e almofada – Fonte: Casa de Valentina

 

Cortinas

As cortinas de tecido fino dão lugar aos tecidos mais grossos, que não permitem a circulação de vento. O ideal é deixar as janelas e portas abertas pela manhã, e no restante do dia fechadas. Assim mantemos o ambiente arejado e aquecido ao mesmo tempo.

Cortina - Foto Thyara Porto

Sala com cortina de tecido- Fonte Thyara Porto

 

Lareira

As lareiras são uma ótima pedida para o friozinho, as mais indicadas são as ecológicas que são a base de álcool, não poluem e não precisam de chaminé, pois não emitem fumaça. No mercado existem de todos os tamanhos, as portáteis são fácil de transportar e cabem até em ambientes pequenos.

Lareira ecológica - construflama

Living com lareira ecológica – Fonte: Construflama

 

Tapetes

Os tapetes quando bem utilizados, preenchem a sala e completam a decoração. No inverno o ideal é usar os tapetes com tecidos mais felpudos, que aquecem e protegem do contato com o chão frio. Não se esqueça dos tapetes dos banheiros. Veja abaixo algumas imagens de como usar os tapetes sem errar no tamanho.

 

Tapete - Casa Vogue

Sala com tapete felpudo – Fonte: Casa Vogue

 

Tapete tamanho - incrivel.club

Acerte no tapete do quarto – Fonte: Incrível.club

 

Tapete tamanho - carinapedro.com

Acerte no tapete da sala – Fonte: carinapedro.com

 

 

Iluminação

Deixe de lado a iluminação branca e aposte nos tons amarelados, eles são mais aconchegantes e tornam o ambiente mais intimista, principalmente para os quartos.

Iluminação - palazzo.ind.br

Quarto com iluminação quente – Fonte: palazzo.ind.br

 

iluminação - temperatura

Temperatura de cor

 

Madeira

Não existe estação para a madeira, mas no inverno ela rouba a cena. Pode ser usada em diversos lugares, como pisos, painéis e mobiliários. Assim além de mais quente, o ambiente fica mais aconchegante.

Madeira - casa vogue

Sala com móveis em madeira e painel de madeira nas paredes – Fonte: Casa Vogue

 

Gostou de nossas dicas? Ficou com dúvida ou tem uma sugestão de assunto? Comente aqui em baixo!

 

Veja nossos perfis no Facebook e Instagram e fique por dentro de todas as novidades do escritório!

 

https://www.facebook.com/DanyelaCorreaArquiteta/

https://www.instagram.com/danyelacorrea.arquiteta/

 

Cimento queimado

Você já ouviu falar em piso de cimento queimado? Sabe o que é? Vamos explicar um pouco sobre esse revestimento que está super em alta nas casas brasileiras.

Ouvindo o nome queimado já imaginamos que se trata de uma instalação difícil, que envolve fogo, mas para a nossa surpresa, a queima significa a técnica de se jogar cimento em pó em cima da massa de argamassa ainda molhada.

 

DanyC_apDetroit 018

Piso em cimento queimado – Danyela Corrêa Arquitetura e Interiores

 

Primeiro, onde podemos instala-lo? Ele resiste a ambientes úmidos?

Ele resiste a ambiente úmidos e pode ser instalado até em partes externas, em banheiros, cozinhas ou áreas de serviço. Mas exige um cuidado maior, pois é um piso liso, e quando molhado fica escorregadio. O melhor é mesclar com outros revestimentos, como pastilhas ou ladrilho hidráulicos, assim podemos evitar acidentes. Ele pode ser usado em toda a casa!

 

 

6564544836d1399094269baddd486a5f

Parede em cimento queimado – Fonte: Pinterest

 

É possível aplica-lo por cima de outro revestimento?

Como é um revestimento muito fino – cerca de 4mm – é indicado a remoção de qualquer piso existente para depois instala-lo. Qualquer desnível fica muito aparente com o cimento queimado. Então o melhor é que ele seja aplicado direto no contrapiso, e antes deve ser feito um acerto de nível, para que o novo piso fique bem lisinho.

 

Cimento queimado - Diego Revollo

Piso em cimento queimado – Fonte: Diego Revollo

 

Qual é a diferença entre o cimento queimado e o tecnocimento?

Cimento queimado é feito com a massa artesanal, ela é mais sujeita a manchas e trincas, para quem busca um estilo mais rustico, esse é o ideal. Mas para quem prefere ter um piso mais homogêneo, é recomendado o uso do tecnocimento, se trata de uma massa pré fabricada e com aditivos, que deixam o revestimento mais resistente e versátil. Além disso, não é necessário o uso de juntas de dilatação, claro que para não aparecer trincas, é necessário que o contrapiso esteja firme e nivelado.

 

DanyC_apDetroit 009

Piso em cimento queimado – Danyela Corrêa Arquitetura e Interiores

 

Como podemos evitar as trincas?

As trincas acontecem devido a dilatação e retração do cimento, isso acontece com o calor e o resfriamento do local. Para evitarmos esse tipo de problema o ideal é o uso de juntas de dilatação, que podem ser feitas em madeira, plástico ou de metal, e devem estar a no máximo 1 metro de distância entre elas.

Como evitar as manchas?

Elas acontecem devido a um fenômeno chamado eflorescência, que é a liberação de gases pelo cimento, que chegam a superfície e causam as manchas. Pisos expostos ao sol também têm maior tendência de não ficarem homogenias. Para evitar esses problemas, a cura do cimento deve ser feito de forma lenta, e é preciso escolher materiais de qualidade. Optar por massas pré-fabricadas resolvem muitos problemas com esse tipo de piso.

 

DanyC_apDetroit 002

Piso em cimento queimado – Danyela Corrêa Arquitetura e Interiores

 

Posso aplicar o piso sozinho?

Apesar da facilidade com a instalação, é necessário a contratação de mão-de-obra especializada, a fim de evitar problemas futuros.

 

Cimento queimado - Eduarda Corrêa

Piso em cimento queimado – Fonte: Eduardo Corrêa

 

E os pisos com cimento colorido? Como são feitos?

Para conseguir um piso com coloração, é utilizado pigmentos na própria massa. É possível encontrar massas pré fabricadas com algumas opções de cores. O piso branco fica com maior regularidade de cor quando comparado com os demais. Para atingir essa cor é necessário usar cimento branco e pó de mármore junto da argamassa.

Quanto tempo depois da instalação o local não pode ser utilizado?

É recomendado que o local fique de 3 a 10 dias em isolamento, esse tempo é necessário para que o cimento seja curado. Esse termo é usado para o processo que desacelera a evaporação de água do concreto, quando bem feito, pode aumenta a resistência do concreto em até 30%. O local deve ser mantido úmido e coberto até a sua finalização. Por isso é tão importante esse tempo de isolamento do piso.

 

Cimento queimado - Carlos Rossi

Piso em cimento queimado – Fonte: Carlos Rossi

 

Como deve ser feita a manutenção do piso? Ele é durável?

Para a limpeza deve ser usada água e sabão neutro, existem no mercado algumas ceras liquidas ou em pasta que dão brilho ao piso. Para o acabamento do piso é recomendado a aplicação de uma camada de resina acrílica que ajuda na impermeabilização, protegendo da ação da água. Quando feito por profissionais especializados e com manutenção adequada, esse piso pode durar por muito e muitos anos.

 

Eai, ficou com vontade de reformar a casa toda? rs

Se tiver com alguma dúvida, comente aqui em baixo.

 

Veja nossos perfis no Facebook e Instagram e fique por dentro de todas as novidades do escritório!

 

https://www.facebook.com/DanyelaCorreaArquiteta/

https://www.instagram.com/danyelacorrea.arquiteta/

 

 

Piso Vinílico

 

Continuando com o tema da semana Revestimentos, o assunto de hoje será Piso Vinílico.

piso-vinilico-eucafloor-decore1

Piso vinílico em réguas – Linha Family – Fonte: Eucafloor

Esse tipo de piso é recomendado para uso interno, está disponível no mercado em diversos formatos e acabamentos. Tem um ótimo custo benefício, pois é possível ter aparência de um piso de madeira, com a facilidade de manutenção e instalação do piso vinílico. É feito com materiais recicláveis como o PVC, é antialérgico, não mancha e tem uma durabilidade grande. Algumas marcas como a Tarkett oferecem até 15 anos de garantia.

 

Sonora - Duratex

Piso vinílico em réguas – Linha Sonora – Fonte: Duratex

 

Para a sua instalação é necessário que o contrapiso esteja totalmente nivelado. Se algum problema for verificado pela equipe de instalação, é necessário que seja resolvido antes mesmo de dar continuidade na obra. Em muitos casos, é necessário aplicar uma massa niveladora sobre o contrapiso, feita com uma mistura de cimento e cola PVA.

 

vinilico-tarkett-piso-833401-MLB20311352210_052015-F

Piso vinílico em réguas – Linha Essence – Fonte: Tarkett

 

Outra vantagem é a possibilidade de ser instalado em cima de outros pisos, exceto o carpete têxtil, cimento queimado e piso de madeira. Assim, com o uso do vinílico podemos evitar o quebra quebra das reformas. A instalação pode levar até três dias e o ambiente pode ser usado no mesmo dia.

Existem dois tipos de tipo vinílico no mercado: o clicado e o colado.

Clicado

Installing wooden laminate flooring

Piso Vinílico Clicado – Fonte: http://info.zblu.com.br/

O piso vinílico clicado tem a instalação mais fácil, não é preciso usar cola, apenas o encaixe de suas peças. Isso faz com que não seja recomendado para locais úmidos, até mesmo para a limpeza é necessário o uso de apenas pano úmido, pois é possível que a água penetre pelas frestas e crie umidade embaixo do piso. Ele é mais resistente que o colado, e pode ser retirado e instalado novamente em outro local em casos de mudança.

 

Colado

Piso colado

Piso Vinílico colado – Fonte: http://maesamigas.com.br/

O colado tem sua instalação feita com cola adesivo acrílico indicada pelo fabricante. É permitido o uso em locais com umidade, lembrando que mesmo mais resistente, não é possível que fica submerso sob a água, e para a limpeza a água deve ser retirada com rapidez. Caso alguma peça tenha alguma avaria, ou problema na instalação, é possível retira-lá e colocar outra no local, o que não ocorre com o sistema click, que necessita que sejam retiradas várias peças para manutenção.

 

Mesmo com toda a facilidade de instalação, ainda é indicado que o serviço seja feito com mão-de-obra especializada. Muitos fornecedores deixam sua garantia totalmente vinculada com a instalação, então é preciso tomar cuidado. Além disso a durabilidade pode ser estendida de acordo com a qualidade do serviço.

Temos disponível no mercado diversos acabamento e formatos, as opções de manta são melhores para corredores, as placas são ótimas para piso elevados em locais comerciais, e as réguas normalmente são em acabamento imitando a madeira. As variedades são infinitas!

 

Tarkett linha magic 1

Piso vinílico em manta – Linha Magic Tarkett – Fonte: Tarkett

 

Tarkett linha magic

Piso vinílico em manta – Linha Magic Tarkett – Fonte: Tarkett

Sobre a limpeza, é necessário que seja feita após 5 dias da instalação, assim é garantido que o piso já está firme. As demais podem ser feitas com vassouras ou pano com detergente neutro. Lembrando que os pisos com relevos acumulam mais sujeira que os mais lisos.

Os melhores fabricantes de piso vinílico são a Tarkett, Eucatex e Duratex. Todos são apenas fabricantes e não fazem venda direta ao cliente final.

Veja abaixo os links e confira os modelos de cada marca:

http://tarkett.com.br/

http://www.eucatex.com.br/pt/pisos/pisos-vinilicos/

http://www.duratexmadeira.com.br/pisos-lvt/D81

 

Ficou com alguma dúvida? Comente aqui em abaixo e teremos todo o prazer em te ajudar.

Veja nossos perfis no facebook e Instagram e fique por dentro de todas as novidades do escritório!

 

https://www.facebook.com/DanyelaCorreaArquiteta/

https://www.instagram.com/danyelacorrea.arquiteta/

Cerâmica ou Porcelanato?

Você sabe quais são as diferenças entre cerâmicas e porcelanatos?

 

Para escolher o piso da reforma ou da casa nova, não podemos pensar só nas cores, texturas ou tamanhos. É preciso entender um pouco sobre os revestimentos disponíveis no mercado. Vamos entender um pouco sobre as suas diferenças, assim problemas futuros são evitados.

O tamanho das placas deve ser escolhido pelo tamanho do ambiente. As placas grandes sofrem muito com perdas em locais pequenos. Para esses lugares é recomendado usar peças menores, assim o pedreiro terá que fazer menos cortes para o assentamento.

Cuidado com as áreas molhadas! Ambientes externos, cozinhas ou banheiros exigem revestimentos antiderrapantes. Já em ambientes secos, como salas e quartos, pode ser usado pisos lisos e com brilho. Lembrando que os pisos de acabamento com brilho são mais frágeis e perdem o brilho com o tempo, principalmente em locais com movimento muito grande de pessoas.

Já sabe se vai comprar Porcelanato ou Cerâmica? Veja abaixo as especificações de cada piso.

 

 

Cerâmicas

revestimento ceramico portobello

Cerâmica Fonte: http://solucoeslucymizael.com.br/

São feitas principalmente por uma mistura de argila com outras substâncias químicas. São mais baratas que o Porcelanato e tem disponíveis modelos esmaltados e naturais. As esmaltadas são mais resistentes a umidade e a produtos químicos.

Existem também catagorias, Tipo A é a cerâmica de primeira linha, na sua grande maioria não tem defeitos visuais. Tipo B e C tem a mesma resistência que a primeira, mas aparecem alguns defeitos em seu acabamento. A Tipo D não tem garantia de resistência, além de seus defeitos visíveis, e não é mmuito recomendada, pois tem sua vida útil muito pequena.

 

 

Porcelanato

BANHEIRO

Porcelanato – Portobello Bianco Paonazzetto 90×90 Polido Retificado – Foto: Felipe Torelli

Esses são feitos com massa porcelânica e argilomineirais. Na sua fabricação sofrem mais queima que as cerâmicas, proporcionando maior resistência ao produto final. Outras vantagens são: alta resistência mecânica, resistência a agentes químicos, baixa absorção de umidades, além de serem mais fáceis de limpar. Tem uma facilidade maior na hora da instalação, pois todos têm o mesmo tamanho, sem grandes variações de peça para peça.

Os produtos com etiqueta de Qualidade A, ou Qualidade Extra, atendem as normas técnicas da NBR 15463 ou NBR 13818. Nessa categoria, os pisos tem tamanhos regulares e sem defeitos na superfície. A linha Comercial ou Tipo C, podem ter alguns defeitos e serem um pouco irregulares, é a versão mais barata, porém o cliente pode sofrer com perdas na hora do assentamento.

 

Além dessas linhas, o porcelanato pode ser encontrado em versões Esmaltadas ou Técnicas.

Esmaltadas: tem uma camada de esmalte na sua superfície e podem ter acabamento com brilho, rústico ou acetinado. Esses têm mais resistência a manchas.

 

Técnico / Massa única: a grande diferença quando comparados aos esmaltados, é que a peça técnica é feita com uma massa única. Além de trazer maior resistência e absorção de umidade, essa opção disfarça trincas e pequenos lascados, pois o seu interior tem a mesma cor que a superfície. Tem opção de acabamentos Natural sendo semifosco, ou Polidos que passam por um processo de polimento mecânico.

 

Piso concretíssima

Porcelanato – Portobello Matiz Grigo 60×120 Natural Retificado – Foto: Marcela Madureira

 

 

Sobre o corte das peças existem dois tipos:

Retificado: Tem os cantos retos em 90°, para a instalação é necessário uma quantidade menor de rejunte, podendo ser feito quase sem junta.

residencia SF

Porcelanato – Portobello Cement 90×90 Natural Retificado – Foto: Karen Felix e Maira Rossi

 

 

Bold:  Tem as bordas arrendondadas, e na instalação as peças ficam um pouco mias distante uma das outras, ficando mais parecido com os pisos cerâmicos.

restaurante canteiro santos

Porcelanato – Portobello Six Concreto Aparente 48×48 Bold – Foto: Felipe Torelli

 

 

Conseguiu definir qual o tipo de piso se encaixa mais no seu caso? Lembre-se de comprar de 10 a 15% a mais do que o necessário, pois existe perda no assentamento. Deixando para comprar depois, tem a possibilidade de não ser exatamente igual ao que foi comprado anteriormente.

Lembre-se também que a mão de obra para a instalação deve ser muito bem escolhida, assim a vida útil do seu piso pode ser prolongada a muito e muitos anos!

 

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato via comentário que responderemos assim que possível!

Curta nossa página no facebook e fique por dentro de todas as novidades do escritório!

https://www.facebook.com/DanyelaCorreaArquiteta/

Iluminação – LED e inspirações

Continuando o post anterior sobre Iluminação, vamos falar sobre os LEDs, os novos queridinhos da iluminação.

DanyC_apDetroit 029

Cabeceira com Fita de LED embutido

Na verdade os LEDs não são tão novinhos assim, eles estão presentes na nossa vida a tempos, no relógio digital, na luzinha da TV, rádio. A sua origem foi no ano de 1963 apenas na cor vermelha.

Depois de muitos estudos, essa tecnologia foi incluída nas lâmpadas, telas de TV, celulares e diversos outros lugares. Mas ainda há muito o que melhorar, e com certeza ouviremos muitas novidades sobre eles em breve.

 

As vantagens desse tipo de lâmpadas são muitos:

– Elas têm a vida útil muito maior que qualquer outro tipo, chegando até a 50.000 horas de uso! Fazendo com que o gasto com manutenção seja mínimo.

– Como utilizam baixa voltagem, não oferecem riscos na hora da instalação.

– É resistente a impactos, pois não usam filamentos internos para funcionarem

– Possuiu alta eficiência luminosa, apesar de ainda não ser a melhor nesse quesito. Podendo ser comparada as lâmpadas fluorescentes.

– Não usam mercúrio para seu funcionamento, sendo ecologicamente correta e não trazendo danos a natureza.

– Não causam danos a quadros e obras de artes, pois não emitem radiação infravermelha.

– São mais econômicas, pois não perde energia em forma de calor.

 

Alguns modelos de LED já podem ser dimmerizados, mas isso deve ser verificado no ato da compra, pois é variável de acordo com o modelo e fabricante. Abaixo veja um exemplo de como identificar se o produto tem essa possibilidade.

dimmer

LED dimmerizável. Fonte BlueLux

 

 

Com todas essas vantagens, a substituição dos antigos modelos por LEDs é cada dia maior. Elas já estão substituindo as lâmpadas dicroicas, PAR20, PAR30, incandescente comum, lâmpada balão e até tubos similares a fluorescentes.

LEDS

O custo inicial para a utilização de LEDs é maior que os outros, porém, as suas vantagens como a sua longa vida útil, faz com que o seu custo-beneficio seja melhor que as suas concorrentes.

Um ponto de desvantagem dos LEDs é o Índice de Reprodução de cor. Esse índice determina a fidelidade com que as cores de uma fonte de luz artificial é reproduzida, sendo uma escala de 0 a 100. Em outras palavras, quanto maior o índice, melhor podemos ver as cores reais dos objetos. A luz do sol tem o índice 100, já o LED tem em média 80, variando de acordo com o fabricante. Isso torna ainda mais importante a compra de mercadoria com melhore qualidade como os LEDs Philips e Osram. Veja abaixo os números de algumas lâmpadas existentes no mercado.

indice-de-reproducao-cor

IRC – Índice de Reprodução de Cor. Fonte Empalux

 

Precisamos tomar muito cuidado na hora de escolher o LED. Não existe uma normatização clara para a fabricação das lâmpadas, fazendo com que a qualidade seja afetada. É preferível investir um valor mais alto, a comprar um com origem duvidosa. Como ela se paga com o tempo, é necessário que dure bastante.

Portanto, busque bons profissionais para esse investimento tão importante, além de trazerem produtos de qualidade, a satisfação é certeira.

Está curtindo nossas publicações? Dê um like ou comente sobre o que você tem dúvida, teremos prazer em ajuda-los.

Veja agora algumas inspirações de projetos luminotécnicos que trouxeram vida ao local de instalação.

corredor

Iluminação decorativa com arandelas

 

Decora Brazil

Iluminação decorativa com Balizador no piso

 

DanyC_apDetroit 009

Iluminação na sala de jantar

 

abb5817e0fc272b95886c2792e5b87d7

Escada com iluminação no piso

 

Campo Belo-124

Cozinha com iluminação no forro

 

Campo Belo-137

Painel de TV iluminado

 

 

 

 

 

Iluminação – Incandescentes e Fluorescentes

Já pensou em deixar sua casa mais aconchegante?

Um bom projeto iluminação pode fazer milagres, destacando os pontos forte e criando diferentes cenas para cada momento.

 

Mas primeiro precisamos entender os tipos de lâmpadas existentes no mercado.

 

– Lâmpadas incandescentes:

Incandecentes

É o tipo de lâmpada mais antiga, muito utilizada para projetos residências por terem baixo custo de compra. Porém, o rendimento na parte energética também é baixo, o que faz com que sejam pouco usadas para fins não residenciais. Cerca de 5% da energia é transformado em luz, já os outros 95% são perdidos em forma de calor.

Além das incandescentes normais, existem o grupo das incandescentes halógenas, como as PAR, Dicroicas, AS e Halopin. Essas têm a possibilidade de atingir temperaturas mais elevadas, rendendo maior eficiência luminosa. Comparando com as comuns, essas oferecem mais luz e tem a vida útil mais prolongada.

Lâmpada Halopin

Lâmpada Halopin

Dicroica

Dicroica

Par 20

Par 20

 

A qualidade da sua luz é destaque nesse tipo de luz, por isso não são substituídas por outros tipos mais econômicos. São indicadas para valorização de objetos como quadros ou texturas.

A possibilidade de serem

também é uma vantagem muito grande, assim podemos usar uma quantidade menor de luz, criando ambientes mais aconchegantes para quartos, home thearter, entre outros.

 

 

– Lâmpadas Fluorescentes:

Lâmpada Fluorescente

Lâmpada Fluorescente

São conhecidas como lâmpadas frias, essas funcionam graças a uma mistura de gases (argônio, mercúrio e fósforo) dentro de seus tubos. Tem a vida útil muito maior que as incandescentes, até seis vezes. Outra grande qualidade nesse tipo de lâmpada é o consumo de energia, elas não perdem energia com o calor, assim utilizam menos energia que suas concorrentes.

Porém, esse tipo de lâmpada não tem a mesma qualidade de reprodução de luz quando comparadas as incandescentes. Com diversas pesquisas, surgiram novos formatos que buscam compensar esse problema, como as compactas, torcidas, redondas e formatos similares as incandescentes.

Lâmpada Fluorescentes

Lâmpada Fluorescentes

Não é recomendado utilizar somente esse tipo de lâmpada no projeto luminotécnico, elas exigem muito cuidado para ter um resultado interessante. As temperaturas das cores podem variam muito, trazendo novos aspectos para cada ambiente.

No próximo post falaremos sobre as lâmpadas LED, novo fenômeno do setor.

 

Apartamento Duplex – Campo Belo

 

Para esse apartamento, localizado no Campo Belo, o casal buscava um ambiente jovem, para receber amigos, sem perder o aconchego do dia-a-dia.

Ele, como todo o gaúcho, adora cozinha e um bom churrasco. A integração dos ambientes se tornou indispensável, além de proporcionar mais amplitude para a sala e cozinha.

Antes e Depois – Cozinha

A escolha dos revestimentos visou a praticidade, optamos por piso de porcelanato na sala e cozinha, e granito na varanda. Os armários sob medida também foram pensados para acomodar todos os objetos e eletrodomésticos, deixando os espaços mais funcionais. Aproveitamos cada cantinho do apartamento, até mesmo o vão abaixo da escada, que foi utilizado para acomodar a adega e armário “escondido” para malas e outros objetos.

A área de serviço foi isolada através de uma porta de correr de espelho, e o restante da parede alinhada a porta também recebeu revestimento de espelho afim de proporcionar maior sensação de amplitude.

 

No andar superior, utilizamos piso vinílico que imita a madeira, mais agradável ao tato, além de suas propriedades acústicas. A varanda da suíte do casal foi fechada e transformada em um closet com cantinho para leitura.

Veja abaixo mais imagens:

Fotografo Renata Carrara

Antes e Depois – Varanda

Antes e Depois – Sala de Estar

 Antes e Depois – Lavabo

Antes e Depois – Varanda Suíte

Suíte Master

  

Santa Monica: Tapetes e Carpetes

Esta semana fomos convidados a visitar a Fabrica da Santa Mônica.

Foi muito enriquecedor ver o trabalho e todas as etapas da produção, que como eles mesmo gostam de destacar “Feito semi-artesanalmente”, isto porque, existe sim o uso de maquinas, mas me surpreendi em ver o quanto do trabalho ainda é desenvolvido pelas mãos dos funcionários.

A foto que abre este post é um tapete da coleção  TUFT, novidade da fabrica que com a aquisição de uma nova maquina, vinda de Europa. Permite a confecção de tapetes com desenhos muito pequenos e de maior complexidade.

O cuidado e atenção aos detalhes foi encantador!

Santa Mônica – tapetes e carpetes (www.smonica.com.br).

Algumas fotinhos deste passeio:


Casa Cor SP 2014

Hoje fui visitar a Casa Cor e aproveitei para selecionar meus ambientes preferidos para colocar aqui no blog.

A mostra esta mto bonita, com ambientes amplos (muitos lofts), o que deixa o passeio muito agradável e mais uniforme. Sao apenas 79 ambientes, bem menos que edições anteriores e sem um tema engessado os ambientes refletem o estilo e liberdade de criação dos profissionais envolvidos.

Fotos via Estadao.com.br e CasaVogue.com.br

Vale a pena conferir!

 

Casa Cor SP 2014
Local: Jockey Club de São Paulo
Endereço: av. Lineu de Paula Machado, 1.173, São Paulo
Data: de 27 de maio a 20 de julho (nos dias de jogos da Copa, os portões serão fechados meia hora antes dos jogos e abertos meia hora depois. Na estreia, dia 12/6, não abre)
Horários: de terça a sábado, das 12h às 21h30; e aos domingos e feriados, das 12h às 20h
Ingressos: de terça a sexta, R$ 45; sábados, domingos e feriados, R$ 57; e passaporte válido para todos os dias, R$ 120

Categoria: Blog · Tags: , , , ,