Apartamento Masculino e com Bicicletas

Sabe quando você entra na casa de uma pessoa e vê que o ambiente é realmente a cara dela? Hoje vamos mostrar para vocês um apartamento assim, com a carinha do dono.

Terminamos essa obra há pouco tempo, fizemos tudo do comecinho. Pegamos as chaves junto com o nosso cliente e já começamos a trabalhar. Depois de algumas reuniões, já sentimos exatamente o que ele queria: um apartamento cheio de estilo que teria como morador não só o cliente, mas também suas bicicletas e aventuras.

As bicicletas foram o ponto principal desse apartamento. Elas ficam logo na entrada, na sala de estar. Para dar ainda mais destaque as moradoras, trouxemos o revestimento Origami da Castelatto e uma parede com uma tinta Suvinil que imita concreto aparente. Um cantinho de leitura foi criado um a poltrona e mesinhas de apoio da Loja Estar Móveis.

 

Na planta original do apartamento já tínhamos a cozinha integrada com a sala, criamos então um móvel de tv com painel ripado e uma bancada para refeições rápidas. As cadeiras Eames Wood, sempre muito modernas, comporam muito bem o ambiente.

 

 

A madeira continuou do móvel da TV e foi para a parede, ligando a sala de estar com o home office. Esse local antigamente era um quarto, que foi demolido para dar mais amplitude a sala, e criar um ambiente gostoso para trabalhar em casa.

Por se tratar de um apartamento pequeno, cada centímetro conta! A parede que antes dividia os dois quartos também foi demolida, a nova divisão é feita apenas pelo guarda-roupa com o fundo de madeira. Ganhamos 15cm nessa, parece pouco, mas sem ele não conseguiríamos abrir o sofá cama da sala de estar!

 

 

Ao lado do home office temos um móvel muito especial, ele conta com algumas gavetas e espaço para a futura adega. E o mais importante: um quadro com as plaquinhas de todas as corridas que o nosso querido cliente já participou. E essa plaquinha “Segura pra mim?” não é demais ?! (compramos ela na Tok Stock)

 

 

Além de ser um espaço de convivência, a varanda também é uma extensão da sala, cozinha e é a própria área de serviço. A marcenaria foi toda feita em MDF grafite, bem masculino.

A mesa de jantar fica nesse ambiente, foi comprada na loja Estar Móveis que fica na Alameda Gabriel Monteiro da Silva. Tomamos o cuidado de escolher um modelo com pés em aço, que permite que a varanda seja lavada sem problemas. Essa mesinha hexagonal serve tanto como mesinha de apoio, como banco, super versátil. Ela foi criada pelas designers Karin e Marcela do instagram @kmm_design

 

 

A suíte ficou super confortável, a cabeceira em preto trouxe o mesmo tom que usamos na área social do apartamento. Os criados mudo em madeira tem rodízios para facilitar o manuseio, e um nicho na parte superior, para guardar itens de uso rotineiro.

 

 

 

 

Apartamento Decorado no Itaim

Um apartamento leve, com lugares de convivência para a sua família, era o que queria a nossa cliente Adriana quando entrou em contato com a gente. A sua casa estava precisando de uma repaginada.

Um pouco traumatizada com a última reforma, a Adriana resolveu chamar uma arquiteta para descomplicar esse assunto.

Os principais focos na reforma eram os quartos de seus filhos, uma menina e um menino adolescentes. Os seus quartos já não estav
am de acordo com o estilo de cada um. A sala de estar e TV também entraram no jogo.

 

Quarto menina

 

Com todo o cuidado para atualizar o estilo do seu quarto, a bancada de estudos foi aumentada. Tomamos muito cuidado com a ergonomia, pois a antiga não era muito confortável. A antiga prateleira foi mantida, mas pintada em laca, assim como o seu guarda roupa.

 

Antes e Depois Quarto Menina

 

Para a cama, fizemos uma cabeceira em madeira de demolição em toda a parede, dando maior amplitude ao quarto. Nessa cabeceira prevemos uma prateleira para quadros. Ficou um charme e a cliente AMOU!

 

Antes e Depois Quarto Menina

 

 

 

Quarto menino

 

O filho da Adriana ama video game e receber os amigos. A distribuição dos móveis não permitia uma circulação agradável, com a mudança da posição da cama, agora temos espaço para vários amigos. De baixo da nova cama, temos 2 futons que quando abertos viram colções de solteiro ou mais espaço para sentar. Os móveis existentes como o guarda-roupa e a bancada de estudos foram mantidos, pintados em laca branca e ficaram novinhos!

 

Antes e Depois Quarto Menino

 

 

 

Sala de TV

 

A sala de TV estava muito escura, o móvel em madeira estava pesando muito no ambiente. Ele foi reformado e pintado em laca branca. As chaises estavam com tecido e espuma gastas, que também foram reformadas.

 

Antes e Depois Sala de TV

 

 

 

Sala de estar

Adriana e sua família amam receber amigos em casa, então o objetivo da sala seria deixar o lugar convidativo. A mudança começou com o hall de entrada, ele tinha uma divisão com uma parede, que foi retirada, deixando a sala mais ampla. O antigo bar da sala foi retirado, dando espaço para um sofá table com espaço para as taças, bebidas e até o frigobar.

 

Antes e Depois Sala de Estar

 

 

 

Hall de entrada

Para ampliar o Hall de entrada, retiramos uma parede de divisão, isso já deixou o ambiente muito mais interligado.

O piso de madeira tem tendência a escurecer com o tempo, fizemos uma raspagem, que além de deixar o piso mais claro, tira todos os riscos existentes.

 

Antes e Depois Hall de Entrada

 

 

 

Lavabo

O antigo lavabo era vermelho e muito cansativo. Trouxemos a cor preferida da Adriana para esse ambiente: o verde! A bancada também foi trocada para a madeira, e para deixar o ambiente mais amplo, foi instalado um espelho grande, com iluminação embutida. Ficou uma graça!

 

Antes e Depois Lavabo

 

 

 

Temos uma pasta inteirinha de Antes e Depois no instagram

https://br.pinterest.com/danyelacorrea/meus-trabalhos-antes-e-depois/

 

 

Gostou desse projeto? Ficou com dúvida ou tem uma sugestão de assunto? Comente aqui em baixo!

Veja nossos perfis no Facebook e Instagram e fique por dentro de todas as novidades do escritório!

https://www.facebook.com/DanyelaCorreaArquiteta/

https://www.instagram.com/danyelacorrea.arquiteta/

Vistoria: check-list

Esta semana acompanhei um cliente na vistoria do apartamento para entrega das chaves da construtora. Como são muitos itens a conferir é essencial um olhar atento, calma e organização. Abaixo temos um video com instruções e também uma relação dos itens que devem ser checados neste dia.

Se você precisar de ajuda, consulte-nos!


Após a longa espera pelo novo lar, aproveite essa oportunidade e verifique se a água corre para o ralo no banheiro, se as paredes estão retas, se as janelas fecham bem, se os revestimentos estão perfeitos… Dá um certo trabalho, mas pode evitar muita dor de cabeça depois.

A burocracia envolvida na vistoria é, na verdade, simples: na data marcada, o comprador vê em detalhes o imóvel, à procura dos chamados vícios aparentes, ou seja, defeitos visíveis. Se detectados erros de construção, a empresa tem no máximo 30 dias para saná-los, e agenda-se a segunda checagem.

Para se sentirem mais seguros, cerca de 60% dos compradores de imóveis chamam um arquiteto ou engenheiro para auxiliar na vistoria, segundo Fernanda Rossi, da Gafisa.

Precisa de uma mãozinha? Consulte-nos.

Video: http://youtu.be/RcUGV90nT48

Para a vistoria, você vai precisar de:

❚ Cópia do memorial descritivo (documento que elenca tudo o que o imóvel deve ter, entregue pela construtora na hora da compra na planta)

❚ Fita métrica ou trena

❚ Régua de nível de alumínio

❚ Bolinha de gude

❚ Esquadro

❚ Máquina fotográfica

❚ Carregador de celular (ou outro aparelho elétrico pequeno, como um abajur)

44 tópicos para conferir

Não importam o padrão de acabamento e a metragem do imóvel: o que precisa ser observado na vistoria é sempre o mesmo, e os critérios para vícios ocultos e aparentes são iguais. Só haverá outros pontos a checar caso tenha investido em revestimentos comprados à parte, que a construtora tenha aceitado instalar. Registre todos os problemas, assim você terá como argumentar com a construtora.

GERAL

1. Avalie se a pintura está bem-feita, ou seja, se não existem manchas ou partes descascadas.

2. Veja se as especificações e marcas dos acabamentos colocados são iguais às prometidas.

3. Fotografe cada detalhe duvidoso para usar como prova do estado do imóvel.

4. Com uma trena, meça todo o apartamento. Como o preço é calculado de acordo com as medidas apontadas no memorial descritivo, qualquer diferença na metragem caracteriza vício e pode resultar em indenização, de acordo com o Instituto Brasileiro de Estudo e Defesa das Relações de Consumo (Ibedec).

ELÉTRICA

5. Veja se interruptores, tomadas, pontos de luz, de telefone e de antena de TV estão nos locais corretos.

6. Todos os circuitos estão indicados no quadro de luz?

7. Confira o funcionamento das tomadas.

8. Note se as tomadas estão devidamente identificadas.

9. Teste pontos de luz e interruptores com uma lâmpada.

10. Os interruptores paralelos trabalham em parceria?

11. Verifique a campainha.

12. Se o apartamento ainda não tiver energia quando for vistoriá-lo, mencione isso no termo. E proponha uma nova visita para conferir os itens anteriores.

HIDRÁULICA

13. As torneiras e os ralos especificados no projeto foram entregues?

14. Abra todas as torneiras para ver se estão funcionando e se a água escoa corretamente – um ponto do qual quase não sai água pode indicar problemas na tubulação.

15. Se tiver aquecimento nas pias (do banheiro e/ou da cozinha), cheque se a água aquece bem.

16. Quando as torneiras estiverem abertas, olhe sob a pia ou a bancada: existe algum gotejamento no sifão ou nos flexíveis dos metais?

17. Aperte a válvula de descarga dos vasos sanitários, reparando na pressão e na quantidade de água e também em possíveis vazamentos.

18. Verificar a pressão da água. Se estiver baixa, questione o técnico que acompanha a vistoria.

19. Nos ambientes com ralo, confira o caimento do piso: despeje água no chão e observe se ela corre para o ralo. Ao testar espaços maiores, como uma varanda, pode-se lançar mão de uma mangueira. Segundo Ricardo Gomes, arquiteto da Direcional Engenharia, somente terraços e áreas planejadas para ter chuveiro são obrigados a contar com ralos. Mas se foi prometido que outros cômodos os teriam, cobre da construtora!

20. Veja se os registros estão funcionando.

21. Os metais não podem ter riscos ou manchas.

PAREDES E REVESTIMENTOS

22. Apoie um esquadro nas quinas das paredes (aquelas que formam 90 graus) para avaliar se as superfícies estão retas: os lados devem encaixar direitinho.

23. A massa corrida está bem nivelada? Observe as paredes contra a luz, com base nos cantos: se a textura e a cor da pintura forem homogêneas, está tudo certo.

24. Caso as paredes internas sejam de drywall (gesso acartonado), veja se as placas estão alinhadas e examine os cantos em busca de eventuais trincas.

25. Em áreas úmidas com divisórias de drywall, é impossível saber se foram usadas as placas adequadas – as verdes –, pois o acabamento já as terá ocultado. Só o tempo para eliminar a dúvida.

26. Preste atenção nas paredes com revestimento cerâmico: alguma peça tem manchas ou trincas?

27. Bata de leve nas placas para descobrir se foram bem assentadas: caso o som seja oco, elas correm o risco de se desprender. Solicite que o assentamento seja refeito.

28. Não deixe de conferir o rejuntamento, observando se foi bem preenchido e se está limpo e livre de manchas.

ESQUADRIAS, JANELAS E PORTAS

29. Observe se as persianas e venezianas abrem e fecham bem.

30. Em geral, esses componentes são de alumínio, por isso não enferrujam – mas podem riscar, por isso, atenção! Caso sejam pintados, verifique se a cobertura da tinta está perfeita.

31. Cheque se janelas e portas se movimentam de forma adequada e sem ruídos – e se podem ser fechadas delicadamente.

32. Caso as portas sejam de madeira, avalie se o verniz ou a tinta foram bem aplicados.

33. Com o auxílio de um espelho, verifique se o topo e a base das portas estão pintados.

34. Olhe o acabamento no encontro da guarnição com a superfície pintada.

35. Não se esqueça de testar as fechaduras de cada cômodo.

36. Previna-se de infiltrações checando se as janelas estão bem vedadas – elas não podem deixar passar o vento. Na junção com a parede, existe uma vedação (geralmente de poliuretano), que, se apresentar emendas, será um convite à entrada da chuva.

37. Veja se os vidros não têm rachaduras. A massa de vidraceiro está bem colocada e seca? Isso impede a infiltração da água da chuva.

38. Maçanetas: caso elas integrem o memorial descritivo, note se foram instaladas corretamente e se não sofreram arranhões ou manchas provocados por produtos de limpeza inadequados.

39. Bata de leve em portas, armários, batentes e outros elementos de madeira. Se cair pó, pode ser sinal de cupins ou brocas. Questione o técnico e registre o problema no termo de vistoria.

PISO E CONTRAPISO

40. Cheque o contrapiso: um desnível de 3 cm já prejudica a colocação do piso. Uma bolinha de gude também ajuda a perceber diferenças.

41. Confira soleiras e baguetes, aqueles acabamentos na transição de um piso para outro. Elas precisam estar niveladas para não haver degraus quando o piso for assentado.

42. Há piso de madeira? Repare na calafetação (massa de rejuntamento). Caso ela se solte conforme você pisa, precisará ser refeita.

OUTROS

43. Olhe para cima: se o forro for de gesso e apresentar manchas ou umidade, é sinal claro de vazamento.

44. Cheque se a distribuição das vagas de garagem é igual à prometida e se nada atrapalha seu veículo.

via Casa.com.br

Participação na revista Construir Mais por Menos

Participei da matéria Acerte na Obra: Pisos e paredes em nível da revista Construir Mais por Menos (#13 – nov2011).

Confira:

Participacao arquiteta Danyela Correa no Acerte na Obra

Participacao arquiteta Danyela Correa no Acerte na Obra