Decorando a casa para o inverno

É, o inverno está de volta, gostando ou não dessa estação do ano, temos que nos adaptar. Isso não é diferente com as nossas casas, com pequenas mudanças é possível mudar o visual, e deixar o lugar mais aconchegante. Veja algumas das nossas dicas para enfrentarmos esse friozinho com estilo.

Cadeira trico - Casa.com.br

Cadeira com trico – Fonte: casa.com.br

 

Almofadas e mantas

Com uma mudança pequena, investir em almofadas e mantas, além de dar um up no visual, é ótimo para o frio. Isso serve tanto para a sala quanto para os quartos. O melhor nas almofadas é a possibilidade de troca de capa, e sempre atualizar o ambiente de acordo com a estação ou com o nosso humor. As mantas são ótimas para assistir tv, as peseiras (tecidos que ficam na região dos pés na cama) além de aquecer, dá um chame ao quarto.

Colcha - Casa de Valentina

Sofá com manta e almofada – Fonte: Casa de Valentina

 

Cortinas

As cortinas de tecido fino dão lugar aos tecidos mais grossos, que não permitem a circulação de vento. O ideal é deixar as janelas e portas abertas pela manhã, e no restante do dia fechadas. Assim mantemos o ambiente arejado e aquecido ao mesmo tempo.

Cortina - Foto Thyara Porto

Sala com cortina de tecido- Fonte Thyara Porto

 

Lareira

As lareiras são uma ótima pedida para o friozinho, as mais indicadas são as ecológicas que são a base de álcool, não poluem e não precisam de chaminé, pois não emitem fumaça. No mercado existem de todos os tamanhos, as portáteis são fácil de transportar e cabem até em ambientes pequenos.

Lareira ecológica - construflama

Living com lareira ecológica – Fonte: Construflama

 

Tapetes

Os tapetes quando bem utilizados, preenchem a sala e completam a decoração. No inverno o ideal é usar os tapetes com tecidos mais felpudos, que aquecem e protegem do contato com o chão frio. Não se esqueça dos tapetes dos banheiros. Veja abaixo algumas imagens de como usar os tapetes sem errar no tamanho.

 

Tapete - Casa Vogue

Sala com tapete felpudo – Fonte: Casa Vogue

 

Tapete tamanho - incrivel.club

Acerte no tapete do quarto – Fonte: Incrível.club

 

Tapete tamanho - carinapedro.com

Acerte no tapete da sala – Fonte: carinapedro.com

 

 

Iluminação

Deixe de lado a iluminação branca e aposte nos tons amarelados, eles são mais aconchegantes e tornam o ambiente mais intimista, principalmente para os quartos.

Iluminação - palazzo.ind.br

Quarto com iluminação quente – Fonte: palazzo.ind.br

 

iluminação - temperatura

Temperatura de cor

 

Madeira

Não existe estação para a madeira, mas no inverno ela rouba a cena. Pode ser usada em diversos lugares, como pisos, painéis e mobiliários. Assim além de mais quente, o ambiente fica mais aconchegante.

Madeira - casa vogue

Sala com móveis em madeira e painel de madeira nas paredes – Fonte: Casa Vogue

 

Gostou de nossas dicas? Ficou com dúvida ou tem uma sugestão de assunto? Comente aqui em baixo!

 

Veja nossos perfis no Facebook e Instagram e fique por dentro de todas as novidades do escritório!

 

https://www.facebook.com/DanyelaCorreaArquiteta/

https://www.instagram.com/danyelacorrea.arquiteta/

 

Apartamento Duplex – Campo Belo

 

Para esse apartamento, localizado no Campo Belo, o casal buscava um ambiente jovem, para receber amigos, sem perder o aconchego do dia-a-dia.

Ele, como todo o gaúcho, adora cozinha e um bom churrasco. A integração dos ambientes se tornou indispensável, além de proporcionar mais amplitude para a sala e cozinha.

Antes e Depois – Cozinha

A escolha dos revestimentos visou a praticidade, optamos por piso de porcelanato na sala e cozinha, e granito na varanda. Os armários sob medida também foram pensados para acomodar todos os objetos e eletrodomésticos, deixando os espaços mais funcionais. Aproveitamos cada cantinho do apartamento, até mesmo o vão abaixo da escada, que foi utilizado para acomodar a adega e armário “escondido” para malas e outros objetos.

A área de serviço foi isolada através de uma porta de correr de espelho, e o restante da parede alinhada a porta também recebeu revestimento de espelho afim de proporcionar maior sensação de amplitude.

 

No andar superior, utilizamos piso vinílico que imita a madeira, mais agradável ao tato, além de suas propriedades acústicas. A varanda da suíte do casal foi fechada e transformada em um closet com cantinho para leitura.

Veja abaixo mais imagens:

Fotografo Renata Carrara

Antes e Depois – Varanda

Antes e Depois – Sala de Estar

 Antes e Depois – Lavabo

Antes e Depois – Varanda Suíte

Suíte Master

  

Santa Monica: Tapetes e Carpetes

Esta semana fomos convidados a visitar a Fabrica da Santa Mônica.

Foi muito enriquecedor ver o trabalho e todas as etapas da produção, que como eles mesmo gostam de destacar “Feito semi-artesanalmente”, isto porque, existe sim o uso de maquinas, mas me surpreendi em ver o quanto do trabalho ainda é desenvolvido pelas mãos dos funcionários.

A foto que abre este post é um tapete da coleção  TUFT, novidade da fabrica que com a aquisição de uma nova maquina, vinda de Europa. Permite a confecção de tapetes com desenhos muito pequenos e de maior complexidade.

O cuidado e atenção aos detalhes foi encantador!

Santa Mônica – tapetes e carpetes (www.smonica.com.br).

Algumas fotinhos deste passeio:


Tapetes: Kilim

Adoro escolher tapete para minhas decorações, acho que eles ajudam a “vestir” a casa, trazendo aconchego e ajudando a delimitar os espaços.

Nas minhas pesquisas encontrei este post no blog Casa de Valentina explicando a origem e história dos tapetes Kilim. Achei muito interessante e resolvi compartilhar aqui no blog.

“Cuidado onde pisa. Hoje em dia, os Kilins espalham-se por salas e quartos usados como elementos meramente decorativos, mas esses tapetes têm uma origem longínqua e até misteriosa. É que não se sabe ao certo em que momento eles surgiram: há quem diga que foi em 8000 A.C., época em que os carneiros foram domesticados, mas outros especialistas acreditam que tenha sido por volta de 4000 A.C. (De um jeito ou de outro, será difícil algum dias termos essa certeza absoluta sobre a data).
O que se sabe é que a princípio eles nasceram para atender a necessidades básicas dos povos nômades da Ásia e do Norte da África: como manter as tendas secas e seguras ou os leitos protegidos e aquecidos. Em alguns lugares do Oriente eles podem ainda ter funções nobres, como servir de altar improvisado nos momentos de reza, ou até mesmo funções práticas, sendo usados no transporte de mercadorias ou como selas de cavalos.

Mas afinal, o que é Kilim?
Na definição direta e reta, Kilim é um tipo de tapete de textura forte e sem pelos. Ao invés de nós, a confecção é feita com laçadas por entre os fios da urdidura, quase como um bordado. No Ocidente eles são conhecidos por seus desenhos gráficos e abstratos, porém cada tribo e localidade tem um estilo próprio: podem ser cores mais vibrantes ou mais terrosas, imagens simples ou complexas, ausência ou presença de figuras humanas… Enfim, cada região que produz kilins acaba o fazendo de sua própria maneira.

Quem os produz?
Atualmente podemos dizer que os kilins são produzidos em todo o mundo. Os principais países são Turquia, Irã, Rússia, China, Paquistão, Marrocos e Índia. Mas povos da América do Norte e América do Sul, ou Escandinávia, Polônia e Hungria, por exemplo, também aprenderam as técnicas com o povo nômade.

Nem sempre é fácil distinguir um tipo do outro, por isso vamos falar algumas curiosidades sobre os principais modelos de Kilim.

Kilim Gashkai: Feitos pelos nômades Kashkai, do Irã, esses kilins variam entre si no desenho e na cor, pois o tingimento da lã usada muitas vezes é feito durante as migrações do grupo, comuns no inverno. Costumam ter desenhos geométricos e lã de alta qualidade.

Kilim Veramin: Fabricados na cidade de mesmo nome, que fica ao sul de Teheran. Essas peças caracterizam-se por serem grandes e pesadas, densamente tecidas e próprias para a decoração. As cores predominantes são vermelhos, azuis, verdes e amarelos, sempre vibrantes e usadas sobre um fundo escuro.

Kilim Soumak Caucasiano: Entre os melhores modelos do Oriente, esses kilins possuem desenhos arcaicos e elaborados, porém os mais belos exemplares foram produzidos nas duas primeiras décadas do séc. XIX – ou seja, hoje em dia eles são itens de colecionador, verdadeiras raridades no mercado.

Kilim Ikat: Os modelos Ikats se tornaram tão famosos que essa técnica de tessitura e tingimento acabou virando sinônimo do tipo de estampa que eles possuem – resumindo, atualmente nem tudo o que é chamado de Ikat é fabricado seguindo os mesmo padrões de antes.”

Categoria: Blog · Tags: , , ,

Exposição Nós da China

O D&D Shopping recebe a exposição “Nós da China”, entre os dias 28 de setembro e 27 de outubro, no piso térreo do empreendimento.  A mostra reúne mais de 30 obras de arte, com curadoria do renomado professor de design têxtil Lin Le Cheng, da Universidade de Arte e Design de Pequim e de Francesca Azalti, designer de tapetes e a idealizadora da exposição.

O nome da mostra é uma analogia aos laços culturais que unem Brasil e China. ”A exposição tem como objetivo principal apresentar ao país uma China completamente diferente daquela que faz parte do nosso imaginário”, explica Francesca Azalti. “Nós da China” retrata a compreensão contemporânea chinesa por meio dos elementos culturais e sensoriais que irão remeter o visitante a uma viagem por seus segredos milenares. A mistura entre o colorido da cultura chinesa e as obras de arte contemporâneas, faz do ambiente uma exposição imperdível.

Além disso, Francesca traz um toque de brasilidade à ação com a apresentação da nova coleção Pequim Style, que é inspirada nas antigas louças e pratos milenares da China.

Aproveitando a inspiração, estou muito feliz pois fui convidada para montar uma mesa decorada inspirada nas festas chinesas no D&D!!!! Eu, em parceria com Rogério Castro, vamos homenagear a tradição e a cultura oriental  neste evento que abre ao publico no dia 12 de novembro. AGUARDEM “Mesas Decoradas no D&D”!!!

 

Avanti promove almoço de lançamento

O casal Bia e Rafael Lettiére comandaram na última quinta-feira dia 4 de outubro, almoço de lançamento das coleções de tapetes, Horizontes Virtuais, Caleidoscópio, na loja Avanti da Alameda Gabriel Monteiro da Silva.

A coleção Horizontes Virtuais, é inspirada no mundo high-tech e nas avançadas tecnologias de interface que proporcionam novas experiências e ampliam o espaço para a imaginação. Os modelos da coleção Caleidoscópio celebram a Índia como uma eterna fonte de inspiração para o design. Já a coleção Divas, recria a atmosfera elegante e glamourosa dos anos 50, com padronagens clássicas da moda, eternizadas nas imagens impecáveis das divas de Hollywood.

Fotos: Janete Longo
via RevistaemCasa